Smiley face

Detidos cidadãos chineses por suposto crime ambiental

0 44

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Três cidadãos chineses foram detidos quarta-feira pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), no município do Soyo, província do Zaire, por alegada devastação dos mangais para a construção de um porto clandestino para o contrabando de combustível.

De acordo com o chefe do SIC no Soyo, inspector chefe Jorge das Dores Cuti, os acusados foram detidos em flagrante delito quando se encontravam a devastar com uma máquina (pá escavadora) quantidades consideráveis de mangais num dos canais do rio Zaire, no bairro Kungo Yenguele, periferia do Soyo.

Segundo disse, o abate indiscriminado deste recurso vegetal constitui um crime ambiental, uma vez que em algumas zonas desta circunscrição assiste-se de forma paulatina a extinção dos mangais devido a acção do homem.

Fez saber que a abertura de portos clandestinos em quintais localizados junto aos canais do rio Zaire tem facilitado grandemente o contrabando de combustível e outros crimes transfronteiriços entre Angola e RDC.

Disse terem sido apreendidos num dos canais do rio Zaire 30 bidões de combustível de 30 litros cada, que estavam a ser transportados numa chata com destino a RDC.

O município do Soyo partilha fronteira com a região do Congo Central, através do rio Zaire. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »