Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Senadores dos EUA anunciam projecto de lei sobre crise na Venezuela

Um grupo de senadores dos Estados Unidos – democratas e republicanos – anunciou nesta terça-feira um projeto de lei para aliviar a crise humanitária na Venezuela, ampliando a ajuda financeira à população e aumentando a pressão sobre o governo em Caracas.

O anúncio da iniciativa, que precisa ser votada na Câmara e no Senado, ocorre no momento em que o Tesouro americano impõe sanções contra o círculo íntimo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, além do poderoso líder chavista Diosdado Cabello.

“Milhões fogem da repressão, da fome e da miséria no país. O regime criminoso de Nicolás Maduro converteu a Venezuela em um estado falido, com implicações em toda a região”, disse o senador democrata Bob Menéndez, que promoveu a iniciativa com seus companheiros de partido Bill Nelson, Dick Durbin e Ben Cardin, e com os republicanos Marco Rubio, John Cornyn e David Purdue, entre outros.

“Enquanto a catástrofe humanitária na Venezuela cresce diariamente, Maduro trai as necessidades mais urgentes de seu povo”, declarou Menéndez, que integra a Comissão de Relações Exteriores do Senado americano.

A lei prevê um fundo de assistência humanitária de 40 milhões de dólares e uma ajuda de 15 milhões de dólares para apoiar a sociedade civil.

A iniciativa também prevê insistir junto aos departamentos de Estado, Tesouro e Justiça para que aprofundem as sanções contra funcionários venezuelanos.

O departamento de Estado precisa “trabalhar com os governos da América Latina para estabelecer seus próprios programas de sanções e aumentar a coordenação das sanções com os aliados europeus e latino-americanos”.

“A medida que o regime corrupto de Nicolás Maduro adota uma ditadura ao estilo cubano e comete crimes contra a humanidade, incluindo forçar seus cidadãos à fome como forma de coerção política, é vital que os Estados Unidos e nossos aliados forneçam ajuda humanitária direta aos venezuelanos”, disse o senador Rubio.

O Tesouro calcula que este ano a hiperinflação na Venezuela atingirá um milhão por cento, em sintonia com as previsões do FMI, em meio à falta generalizada de alimentos e remédios.

Segundo a ONU, ao menos 2,3 milhões de venezuelanos (7,5% da populações) vivem no exterior, sendo que 1,6 milhão emigraram a partir de 2015, com o agravamento da crise. (AFP)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »