Smiley face

Proteção da floresta do Maiombe reúne peritos em Luanda

0 31

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

As metodologias de sustentabilidade a serem aplicadas por Angola, Gabão, RD Congo e Congo Brazzaville para a protecção da Floresta do Maiombe foram analisadas hoje (quarta-feira), em Luanda, por peritos destes quatros países

Em declarações à imprensa à margem do encontro, realizado à portas fechadas, o coordenador nacional da Iniciativa Maiombe em angola, Nunes Barata, frisou que o evento constitui um importante espaço para a partilha de informações sobre a protecção e conservação da fauna e flora desta região.

Segundo ele, o encontro visou definir planos de gestão comunitários da região, que foi elaborado com base num diagnostico participativo a nível dos quatros países.

Declarou que o conflito homem/elefante, muito frequente na zona, levou a criação de uma escola que vai ensinar os agricultores a explorarem de forma sustentável os recursos de Maiombe.

De acordo com ele, além do Ministério do Ambiente, o da Agriculturam, que faz o licenciamento de toda a actividade de exploração florestal, tem feito uma interacção institucional para garantir a gestão sustentável dos recursos naturais de fauna e flora.

A questão da espécies em via de extinção, como o gorila, papagaio e chimpanzé, foi outro aspecto analisado no encontro.

Angola, na qualidade de líder da iniciativa transfronteiriça do Maiombe, pretende revitalizar os mecanismos de articulação e mobilização de fundos para a conservação do ecossistema florestal localizado na bacia do Congo, região central de África, que envolve ainda a República do Congo, República Democrática do Congo (RDC) e Gabão. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »