Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Prisão domiciliária: Norberto Garcia transferido para sua residência no Benfica a seu pedido

O ex-director da Unidade Técnica para o Investimento Privado (UTIP), Norberto Garcia, foi transferido, nessa quarta-feira, a seu pedido, para a sua residência no distrito urbano do Benfica, município de Belas (Luanda), apurou a Angop.

O arguido cumpria pena de prisão domiciliar num apartamento no bairro Maculusso, desde 19 de Setembro último, aplicada pelo Tribunal Supremo, na sequência de uma acusação do Ministério Público.

Norberto Garcia é pronunciado, juntamente como outros nove arguidos, pela prática dos crimes de associação criminosa, fabrico e falsificação de títulos de crédito, falsificação de documentos e de uso de documentos falsos, burla por defraudação na forma frustrada, promoção e auxílio à imigração ilegal e tráfico de influência.

O seu nome é associado a uma rede de indivíduos que tentaram, de forma fraudulenta, negociar uma operação de financiamento internacional de 50 mil milhões de dólares, propostos por uma empresa tailandesa e destinada a vários projectos em Angola.

No quadro desse processo, estava também sob investigação Geraldo Sachipengo Nunda, ex-chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA).

O processo de Sachipengo Nunda foi arquivado, porque o tribunal “não vislumbrou indícios que configurassem quaisquer infracções penais”.

No quadro do mesmo processo, o Tribunal Supremo decretou a prisão preventiva aos arguidos de nacionalidade tailandesa Raveeroj Rithchoteanan, Monthita Pribwai, e Theeara Buapeng, ao canadiano Andre Louis Roy, ao eritreu Million Isaac Haille, bem como aos angolanos Celeste Marcolino de Brito António e Christian Albano de Lemos.

O Serviço de Investigação Criminal (SIC) anunciou, a 6 de Março último, a detenção de seis estrangeiros e dois angolanos que, em 2017, anunciaram um financiamento de 50 mil milhões de dólares para apoiar projectos. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »