Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Fundador do WhatsApp abandonou empresa devido a tensão com Facebook

Brian Acton terá discordado com Mark Zuckerberg e Sheryl Sandberg relativamente ao modelo de monetização do WhatsApp. Os fundadores do Instagram terão deixado a empresa por motivos semelhantes.

A semana ficou marcada pela saída do Instagram dos próprios fundadores, Kevin Systrom e Mike Krieger, com rumores que o motivo terá estado na origem da decisão a ser um clima de tensão entre os executivos e a liderança do Facebook. Agora, um dos fundadores do WhatsApp, Brian Acton, revelou em entrevista à Forbes que deixou a empresa por motivos semelhantes.

De acordo com Acton, a saída deveu-se a divergências relativamente à forma como o WhatsApp seria monetizado. O assunto terá valido ao fundador reuniões com a COO Sheryl Sandberg e CEO Mark Zuckerberg, com as duas partes a não terem conseguido entrar em acordo. Diz Acton que numa das reuniões Zuckerberg terá afirmado mesmo: “Esta é provavelmente a última ocasião em que alguma vez falarás comigo”.

O WhatsApp foi adquirido pelo Facebook em 2014 por 16 mil milhões de dólares (13.6 mil milhões de euros), com Acton a ter permanecido sob alçada da tecnológica de Mark Zuckerberg durante três anos antes de sair. O colega e também co-fundador Jason Koum anunciou a saída da empresa em Abril deste ano. (Notícias ao Minuto)

por Miguel Patinha Dias

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »