Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Angola negoceia novos aviões para TAAG

Um novo pacote para a aquisição de novos aviões da Boeing está a ser negociado entre o Estado angolano e a companhia multinacional norte-americana.

A informação foi avançada na terça-feira, em Nova Iorque (EUA), pelo Presidente da República, João Lourenço, num encontro com empresários e potenciais investidores para o mercado angolano.

Trata-se de aviões para médio e longo cursos, cujo valor financeiro e número de unidades não foram revelados.

Essa medida, que deverá ser concretizada até ao ano de 2020, vai permitir a TAAG concorrer em igualdade de circunstâncias com outras companhias do sector.

A decisão tem como pano de fundo a conclusão das obras de construção do novo aeroporto de Luanda.

Informações dão conta que a frota da TAAG é composta por 13 aviões Boeing, três dos quais 777-300 ER, com mais de 290 lugares e recebidos entre 2014 e 2016.

A companhia conta também com cinco 777-200, de 235 lugares, e outros cinco 737-700, com capacidade para 120 passageiros, estes utilizados para as ligações domésticas e regionais.

No encontro realizado terça-feira no início noite, João Lourenço sublinhou o facto de não existir um estado democrático e de direito sem transparência.

Reforçou o apelo para a intervenção do sector privado na economia nacional.

A Constituição nunca proibiu a intervenção do sector privado na economia, esclareceu. “Estou a me referir ao excesso de burocracia, a existência de monopólios em alguns sectores da economia”, afirmou.

Perante os potenciais investidores, o líder do Executivo angolano assegurou que já começou a pôr fim a isso.

João Lourenço reconhece que essa atitude está a criar dissabores a algumas pessoas e empresas. “Mas tem que ser”, ressaltou.

Disse que em causa está o interesse público e milhões de dólares dos angolanos em jogo.

Na capital dos Estados Unidos, o Presidente João Lourenço informou que já é possível que os homens de negócios que escolherem Angola poderão obter o visto a chegada ao país.

“Quem for investir em Angola a partir de agora, desde que declare a sua intenção de investimento junto da Agência de Investimento Privado e Promoção das Exportações de Angola (AIPEX), beneficiará dessa facilidade”, apontou.

João Lourenço chegou sábado a Nova Iorque onde participa na 73ª Assembleia Geral da ONU que teve início a 18 deste mês. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »