Moçambique. Presidente pede civismo e respeito da lei na campanha para as autárquicas

0 16

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, apelou esta segunda-feira aos partidos políticos para se pautarem pelo civismo e cumprimento da lei e ordem, durante a campanha, que começa terça-feira, para as eleições autárquicas de 10 de outubro. Filipe Nyusi defendeu uma campanha pacífica, numa mensagem à nação, divulgada pela Rádio Moçambique.

“Exortamos os partidos políticos e grupos de cidadãos concorrentes às eleições para se pautarem pelo civismo e pelo estrito respeito pela lei”, declarou o chefe de Estado moçambicano. Os concorrentes, prosseguiu, devem abster-se de mensagens intimidatórias e ameaças, apostando na tolerância e convivência pacífica.

“A campanha eleitoral constitui ocasião privilegiada para os concorrentes apresentarem os manifestos eleitorais em ambiente de festa, tolerância e convivência pacífica”, declarou Filipe Nyusi. As ações de campanha devem contribuir para a consolidação da democracia, unidade nacional e Estado de Direito, acrescentou.

O chefe de Estado moçambicano apelou aos órgãos eleitorais para agirem com transparência e isenção, para que os resultados eleitorais sejam a expressão da vontade dos munícipes.

No dia 10 de outubro deste ano, 53 municípios moçambicanos vão a votos para a escolha de autarcas e membros das assembleias municipais. Pela primeira vez, os autarcas sairão dos cabeças-de-listas vencedores.

As próximas eleições autárquicas serão as quintas do género na história do país, desde a realização das primeiras em 1998. (Observador)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »