Radio Calema
InicioGovernos ProvinciaisGoverno Provincial do BengoGovernadora do Bengo constata melhorias no sector das águas em Caxito

Governadora do Bengo constata melhorias no sector das águas em Caxito

A governadora provincial do Bengo, Mara Quiosa, constatou segunda-feira, em Caxito, o melhoramento no funcionamento e abastecimento de água potável às populações locais.

Falando à imprensa, no final da visita de trabalho de constatação do sector, a governante disse que apesar de alguns constrangimentos financeiros os centros de distribuição de água funcionam na sua normalidade.

A Empresa Pública de Água e Saneamento (EPAS) do Bengo controla actualmente três Estações de Tratamento de Água (ETA), nomeadamente a das Mabubas, com capacidade de produzir 90 metros cúbicos de água/hora, Porto Quipiri (50 metros cúbicos/horas), Açucareira com igual capacidade e a antiga ETA de Caxito, com dois sistemas num total de 85 metros cúbicos/hora.

Mara Quiosa disse que o governo da província vai continuar a apoiar o sector das águas no aumento da capacidade de distribuição e expansão da rede, com vista o melhoramento do abastecimento deste produto às comunidades.

“Neste momento estamos a trabalhar na expansão da rede de distribuição da Açucareira que deverá beneficiar cerca de sete mil habitantes”, ressaltou.

Manifestou a sua preocupação fase a necessidade da substituição do sistema de bombagem do centro de distribuição da Açucareira, bem como do reforço urgente do laboratório com equipamentos de análise de microbiologia, no sentido de fornecer a água com uma melhor qualidade.

Sobre este assunto, disse que vai tratar esta questão junto do Ministério de tutela, sublinhado que o governo da província disponibilizou uma verba a EPAS no valor de um milhão de kwanzas para aquisição de reagentes para o tratamento de água.

Considerou positiva a visita efectuada ao sector das águas, tendo acrescentado que o abastecimento da água às populações constitui uma das grandes prioridades do programa de governação, um exercício que continuará a fazer com alguma regularidade.

A governadora apelou os munícipes no sentido de formalizar o seu vínculo contratual com EPAS do Bengo, e para aqueles que têm os seus contratos que liquidem as suas dívidas, evitando deste modo o corte, para que as receitas arrecadadas possam melhorar o serviço prestado às populações. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.