Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Governadora apela à vigilância contra os inimigos do desenvolvimento social

Os membros da sociedade civil do município do Bailundo, província do Huambo, foram apelados hoje, terça-feira, no sentido de manterem-se vigilantes contra àqueles que procuram retardar o desenvolvimento, semeando à calúnia, intriga e os que vandalizam os bens públicos.

O apelo veio da governadora do Huambo, Joana Lina, quando discursava no acto da sua apresentação a população do Bailundo, tendo solicitado unidade da população para uma boa governação.

Afirmou que o desejo é elevar a província do Huambo a um lugar do topo, do ponto de vista de crescimento económico e social, visando uma melhor qualidade de vida dos seus habitantes.

Prometeu que durante o seu mandado vai fazer o máximo para a província estar no caminho certo rumo ao desenvolvimento, um desafio que deve contar com o apoio das entidades religiosas, da juventude, das autoridades tradicionais e partidos políticos.

Joana Lina reconheceu ser grande a responsabilidade de dirigir os destinos de uma província com muitas potencialidades, mas acredita que com o apoio da sociedade civil será possível alcançar esses objectivos.

Durante a sua estada no município do Bailundo, 75 quilómetros da cidade do Huambo, a governadora visitou a corte da Ombala Mbalundo, bem como manteve encontros com membros da administração local e responsáveis da sociedade civil.

A governadora visitou igualmente os hospitais do chilume, afecto à Igreja Congregacional em Angola (IECA), a central térmica, uma loja rural na Ombala Chicucu-Pungo e o projecto de aquicultura, estas últimos localizados na comuna de Luvemba. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »