Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Cidadão Detido Por Quatro Anos Depois De Ter Morto A Mulher

A Polícia Nacional em Luanda confirmou a detenção de um cidadão nacional de 49 anos de idade, na última Sexta-feira, 21, acusado da prática de um crime de homicídio voluntário, de que foi vítima a sua esposa, há quatro anos. A detenção do cidadão só foi possível após intervenção das forças policiais da Brigada Especial de Trânsito ( BET), quando este foi abordado na Av. Cmdt. Fidel Castro Ruiz, município de Viana, e em sua posse havia uma arma de fogo, sem número, de marca Jericho.

Feitas as investigações, foi possível colher que o cidadão em causa estava em fuga desde o dia 3 de Fevereiro de 2014, data em que a Polícia tomou conhecimento da ocorrência que dava conta do assassinato da sua esposa, na cidade de Luanda. O acusado já se encontra a contas com o Serviço de Investigação Criminal, para os devidos procedimentos legais.

Polícia deteve 79 cidadãos no dia 20

A Polícia Nacional deteve 79 cidadãos em todo o país no dia 20 do corrente mês, pela prática de 131 crimes de natureza diversa, com destaque para os homicídios voluntários, violações sexuais, roubos e ofensas corporais, ocorridos nas províncias de Luanda (com 56 crimes), Huambo (com 21), Benguela (com 11), Uíge (com 08) e Bié (com 07 crimes).

Sobre a segurança nas fronteiras nacionais, importa referir que se registou a interpelação de 320 cidadãos da República Democrática do Congo, em consequência de trinta (30) ocorrências, sendo vinte e nove (29) por imigração ilegal e uma (01) por contrabando de combustível, ocorridas nas seguintes províncias: Lunda-Norte com 16, Zaire com 12 e Cabinda com 02 casos. (O País)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »