Smiley face

Antigos combatentes controlam 167 mil pensionistas em todo país

0 36

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Cento e sessenta e sete mil ex-militares, órfãos e viúvas de antigos combatentes de todo país beneficiam actualmente do pagamento de pensão regular atribuída pelo Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, no quadro das acções de apoio e protecção social da referida franja da sociedade, informou o ministro de tutela, João Ernesto dos Santos Liberdade.

O governante fez tal afirmação durante um encontro que manteve com os pensionistas da instituição no quadro de uma visita de algumas horas que efectuou na última segunda-feira à província do Cuanza Norte, aludindo estar em curso um processo de certificação, prova de vida e recadastramento dos dependentes do sector.

Disse que o seu pelouro está ainda apostado na certificação da prova de vida dos pensionistas e homologação dos processos pendentes, de modo a garantir a inserção de um maior número de beneficiários na caixa de protecção social dos antigos combatentes.

João Ernesto Liberdade defendeu igualmente o envolvimento massivo dos antigos combatentes em projectos sociais, sobretudo em cooperativas agrícolas e negócio, visando assegurar a própria subsistência e dos seus dependentes, face o valor exíguo de 23 mil kwanzas da pensão que auferem mensalmente.

Por seu turno, o governador do Cuanza Norte, José Maria Ferraz dos Santos, disse esperar que a visita do ministro possa ajudar a resolver algumas situações com que se debatem os antigos combatentes e seus dependentes na província, sobretudo no que concerne à reinserção dos mesmos em vários projectos sociais e pagamento regular das pensões a que têm direito. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »