Radio Calema
InicioMundoÁfricaNúmero de mortos em naufrágio na Tanzânia sobe para 224

Número de mortos em naufrágio na Tanzânia sobe para 224

Pelo menos 224 pessoas morreram no naufrágio do navio de passageiros MV Nyerere no lago Vitória, no sudoeste da Tanzânia, segundo um novo balanço divulgado hoje pelo Governo tanzaniano.

Em comunicado, o gabinete do Presidente da Tanzânia, John Magufuli, referiu que a nação do leste de África vai nomear um comité para investigar o acidente junto das agências de segurança.

O ministro das Obras, Transportes e Comunicações, Isaack Kamwelwe, afirmou que o número de mortes no navio MV Nyerere atingiu os 224, segundo a televisão estatal Tanzania Broadcasting Corp, citado pela Bloomberg.

A embarcação MV Nyerere naufragou na quinta-feira no lago Vitória, a cerca de 50 metros do local onde iria atracar.

O navio transportava cerca de 400 passageiros, apesar de a sua capacidade máxima ser para 100 pessoas e 25 toneladas de carga.

O Presidente da Tanzânia, John Magufuli, já enviou condolências às famílias das vítimas mortais e desejou uma rápida recuperação aos passageiros que foram, entretanto, hospitalizados.

O navio pertence à Agência de Serviços Eletrónicos e Eletromecânicos da Tanzânia e naufragou enquanto fazia a ligação entre a península de Ukerewe e a ilha de Ukora, na zona sul do lago Vitória, o maior do continente africano.

Naquele lago – um importante ponto de atração turística rodeado pelos territórios da Tanzânia e Quénia — registam-se vários naufrágios todos os anos sobretudo devido a fortes tempestades.

Segundo a Cruz Vermelha, em 1996, mais de 800 pessoas morreram no naufrágio do ferryboat “Bukoba” no Lago Vitória, ao largo de Mwanza. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.