Radio Calema
InicioMundo LusófonoGuiné-BissauGuterres e Marcelo falaram sobre eleições na Guiné-Bissau e paz em Moçambique

Guterres e Marcelo falaram sobre eleições na Guiné-Bissau e paz em Moçambique

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, falou com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, sobre as eleições na Guiné-Bissau e o processo de paz em Moçambique, no encontro que tiveram em Nova Iorque.

Segundo uma nota divulgada pelas Nações Unidas sobre esta reunião, realizada no domingo à noite, já de madrugada em Lisboa, “o secretário-geral elogiou o papel de liderança de Portugal em relação aos oceanos”, saudando “a oferta para acolher, juntamente com o Quénia, uma conferência dos oceanos em 2020″.

António Guterres e Marcelo Rebelo de Sousa discutiram “os esforços globais para combater as alterações climáticas de forma a atingir as metas do Acordo de Paris até 2020″ e as preparações da cimeira de 2019 sobre esta matéria.

“O secretário-geral e o Presidente também trocaram opiniões sobre a Guiné-Bissau, incluindo sobre a importância da realização de eleições legislativas em novembro de 2018 conforme previsto, bem como sobre o processo de paz em Moçambique”, lê-se no texto.

Ainda de acordo com a mesma nota, “o secretário-geral agradeceu a Portugal o importante contributo para os esforços de manutenção de paz na República Centro-Africana”.

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, também participou nesta reunião, que decorreu no gabinete do secretário-geral das Nações Unidas.

No final do encontro, Marcelo Rebelo de Sousa considerou hoje que o secretário-geral das Nações Unidas “tem conseguido ir ultrapassando, torneando obstáculos cada vez mais difíceis”, num contexto “complicado”, e expressou o apoio de Portugal à sua ação e às suas prioridades. (Sapo 24)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.