Radio Calema
InicioMundo LusófonoBrasilBancos brasileiros preveem mais inflação e menos crescimento

Bancos brasileiros preveem mais inflação e menos crescimento

Analistas das instituições financeiras do Brasil baixaram a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano e preveem uma inflação mais alta para 2018 e 2019, segundo um relatório divulgado hoje pelo banco central.

As expectativas constam no relatório denominado “Focus”, e nele consta o resultado do levantamento feito na semana passada com mais de 100 instituições financeiras.

Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que representa a inflação oficial do país, o mercado financeiro elevou a estimativa de 4,09% para 4,28% para este ano. Foi a segunda alta seguida do indicador, segundo a plataforma informativa G1.

Com estes valores, a expectativa do mercado segue abaixo da meta de inflação, que é de 4,5% neste ano, e dentro do intervalo de tolerância previsto pelo sistema. A meta será cumprida se o IPCA, a inflação oficial do país, ficar entre os 3% e 6% em 2018.

A meta de inflação é fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e, para alcançá-la, o Banco Central do Brasil eleva ou reduz a taxa básica de juros da economia.

Para 2019, os economistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de inflação de 4,11% para 4,18%. De acordo com o G1, a meta central do próximo ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema varia de 2,75% a 5,75%.

Quanto ao PIB deste ano, a previsão do mercado financeiro recuou de 1,36% para 1,35% na semana passada, a quinta queda seguida registada neste indicador. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.