Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

CICA reflecte “explosão do fenómeno religioso em Angola”

A explosão do fenómeno religioso em Angola, causas, consequências e caminho para coesão pacífica será um dos temas a ser reflectido na 22ª Assembleia-geral Ordinária do Conselho de Igrejas Cristãs em Angola (CICA), a ser realizada de 25 a 28 deste mês, em Luanda.

Durante três dias, os mais de 120 participantes ao certame vão, igualmente, focar as suas atenções em torno dos temas: “Ecumenismo e acção social da Igreja em Angola, como contributo para o desenvolvimento sustentável”, “A crise económica na perspectiva teológica e social, que solução?”, assim como “A nova religiosidade popular e as suas consequências psicossomáticas e sociais em Angola”.

“Por uma Igreja inclusiva versus pessoas vivendo com deficiência”, também constam dos temas desta assembleia, segundo o director de comunicação do CICA, Daniel Ntango.

A prelecção dos respectivos temas estará a cargo do reverendo Ntoni-A-Nzinga, secretário-geral emérito do CICA, Carlinhos Zassala, bastonário da Ordem dos Psicólogos de Angola, Francisco de Castro Maria, director do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos (INAR) e o reverendo Adilson de Almeida.

Sob o lema “E os enchi do Espírito de Deus e de sabedoria para inventar invenções”, baseado no texto bíblico de Êxodo 31:3-4, o evento será realizado na Igreja Metodista Unida (IMU) Cargo Pastoral Icolo e Bengo (Bairro Popular), com objectivo de analisar as actividades realizadas durante o biénio 2016/2018, bem como a eleição do novo secretário-geral do CICA, que vai suceder no cargo a actual líder, reverenda Deolinda Dorcas Teca.

Perspectivar novas acções no quadro das responsabilidades da Igreja Cristã, no actual contexto do País, também merecerá destaque dos delegados à assembleia.

A actividade, que também vai eleger os oficiais da Mesa do Presidium das assembleias, prevê contar com a presença de mais de 120 participantes, entre os quais, delegados provenientes das igrejas membros efectivos e associados, moderadores da Comissão Ecuménica de Cooperação, que são os representantes do CICA nas 18 províncias, e membros do staff do secretariado-geral.

Em declarações à Angop, Daniel Ntango disse que a sessão devocional, que vai marcar a abertura oficial do evento, estará a cargo do bispo emérito da Igreja Metodista Unida, Emílio de Carvalho, primeiro presidente das assembleias do CICA, enquanto o discurso de abertura é da responsabilidade da secretária-geral cessante, reverenda Deolinda Teca.

A Assembleia-geral do CICA é o órgão de decisão e legislativo do conselho que se reúne de dois em dois anos, em sessão ordinária com todos os seus membros, podendo ser convocada extraordinariamente a pedido do Comité Executivo desta instituição ecuménica.

O CICA fundado a 24 de Fevereiro de 1977, em Luanda, dois anos depois da proclamação da Independência Nacional, congrega 20 Igrejas e 2 instituições religiosas.

É membro do Fórum dos Conselhos de Igrejas da África Austral (FOCCISA), da Conferência de Igrejas de Toda a África (CITA) e do Conselho Mundial de Igrejas (CMI). É ainda parceiro de outros Conselhos nacionais, bem como de Igrejas e organizações religiosas no estrangeiro.

Desde a sua fundação, dirigiram o CICA como secretário-geral, os reverendos Daniel Ntoni-a-Nzinga (Igreja Evangélica Baptista, IEBA); José Belo Chipenda e Augusto Chipesse (Igreja Evangélica Congregacional, IECA); bispo Gaspar João Domingos e reverendo Francisco Bernardo Neto (Igreja Metodista Unida); Luís Nguimbi (Igreja Evangélica de Angola, IEA) e a reverenda Deolinda Dorcas Teca (Igreja Evangélica Reformada, IERA), respectivamente. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »