Radio Calema
InicioAngolaPolíticaIndicação de embaixadores da Bacia do Congo considerado inovador

Indicação de embaixadores da Bacia do Congo considerado inovador

Os Lideres Africanos criaram um formato inovador com a indicação de três embaixadores para a Bacia do Congo, para celeridade e informação de soluções concernentes a mesma, segundo Fátima Jardim.

Ao falar na cerimónia de lançamento da plataforma digital da Bacia do Congo, em Luanda, a referida embaixadora de Boa Vontade afirmou que a inovação de alianças é hoje reconhecida como indispensável para a governança e para celeridade e informação de soluções.

Acrescentou que a mudança pode servir de evolução, como pontes imprescindíveis de crescimento e desenvolvimento para a capacitação, educação, organização, segurança estabilidade e prosperidade.

Segundo ela, com a plataforma que será uma importante ferramenta de informação e colaboração para interagir, criar sinergias e alianças, colaborar e cooperar, “vamos promover eventos”.

“Campanhas de sensibilização, descobrir talentos e inovação, educar as nossas crianças e jovens, mulheres, mas sobretudo, quero reafirmar o meu sublime compromisso com o combate ao analfabetismo e a redução da fome e a pobreza na Bacia do Congo, reforçando parcerias e cooperar para o desenvolvimento sustentável da Bacia do Congo”, frisou.

Também assegura ser transparentes para confiança dos parceiros e agradecer todos os apoios, para construir os requisitos com pontes que animem projectos e apoiem a diversificação económica e o desenvolvimento da economia estáveis.

“A Bacia do Congo tem como prioridade importante a capacitação, o conhecimento, a protecção dos mais vulneráveis. É justo sermos claros e reafirmar o nosso compromisso, aliança e impulso para com a nossa função facilitadora e de fomento desta aliança”, reiterou.

Concluiu ser privilegio servir os países partes da Bacia do Congo, pois esta Iniciativa vai permitir construir redes e lideranças que melhorarão, sendo que está certa da qualidade de vida das gerações vindouras e o desenvolvimento integrado de África na Bacia do Congo.

O Chade, Camarões, Gabao, Guine Equatorial, Republica Centro Africana, Republica Democrática do Congo, Burundi Rwanda, Zâmbia e Tanzânia, são países membros da bacia do Congo.

A antiga ministra angolana do Ambiente Fátima Jardim foi indicada embaixadora de Boa Vontade pelo Presidente da República, João Lourenço, e designada em Brazzaville (Congo), em Abril do ano em curso.

A decisão foi tomada na primeira Cimeira dos Chefes de Estado sobre a Bacia do Congo, que tem uma extensão de 220 milhões de hectares de floresta e tida como o segundo maior pulmão ecológico do planeta, depois da Amazónia.

A Bacia do Congo tem o 2º Rio em Caudal no Mundo e também a segunda maior Bacia Hidrográfica do Planeta, tem áreas de 250m de profundidade sendo quase todo navegável. Tem a maior poder energético em África correspondendo a 13 por cento do potencial energético do Mundo. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.