Portal de Angola
Informação ao minuto

Papa visita a partir de sábado Lituânia,Letónia e Estónia

O papa Francisco inicia no sábado uma visita ao Báltico, na que será a sua 25.ª viagem internacional e que coincidirá com o 100.º aniversário da primeira declaração de independência dos países bálticos.

A visita pastoral do papal, que coincide também com e o 25.º aniversário da visita de João Paulo II, inclui passagens por Vilnius e Kaunas, na Lituânia, Riga e Aglona, na Letónia, e Tallinn, na Estónia.

Após a II Guerra Mundial, os países bálticos foram anexados pela antiga URSS, voltando a ser nações soberanas no início dos anos 90 do século XX. Actualmente, são Estados-membros da União Europeia.

Esta será uma viagem com uma agenda muito preenchida e durante a qual o papa fará 14 discursos e visitará o monumento que assinala o grande Gueto de Vilna, que foi destruído durante a invasão nazi.

A destruição total deste lugar ocorreu a 23 de setembro de 1943, dia em que o genocídio lituano é assinalado todos os anos, já que quase todos os 210.000 judeus do país foram mortos.

O papa fará uma oração silenciosa neste local, na qual participarão membros da comunidade judaica e a presidente da Lituânia, Dalia Grybauskaite.

Francisco visitará ainda o chamado Museu da Ocupação, que era o quartel dos serviços de segurança soviéticos, o KGB, e onde pode ser visitada a história dramática do país e do resto dos países bálticos, submetidos à ocupação soviética por 50 anos e também à invasão nazi.

Está ainda prevista a visita a algumas das celas onde centenas de pessoas foram presas e torturadas, entre elas muitas religiosas católicas e luteranas e, após um momento de meditação, acenderá uma vela em sua memória.

O papa chegará no sábado à capital da Lituânia, onde visitará o santuário da Mater Misericordiae e encontrará jovens na praça da catedral.

No dia seguinte viajará para Kaunas, onde celebrará a missa no Parque Santakos e irá reunir-se com os bispos e religiosos do país, o único país de maioria católica em 80% das repúblicas da antiga União Soviética.

No dia seguinte voará para Riga, onde, depois de se reunir com as autoridades, realizará um encontro ecuménico com os católicos, ortodoxos e protestantes no país e visitar a catedral.

Na Letónia, o papa visitará o santuário mariano em Anglona, onde celebrará uma missa.

No último dia, o papa Francisco viajará para a capital da Estónia, Tallinn, país onde 75% dos habitantes se declaram ateus e onde a comunidade católica é de cerca de 5.000 pessoas.

Na Estónia, o papa vai também realizar uma reunião ecuménica com os jovens do país. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »