Radio Calema
InicioMundoEuropaKurz pede colaboração da UE com Egipto para conter crise migratória

Kurz pede colaboração da UE com Egipto para conter crise migratória

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, apelou hoje aos outros Estados-membros da União Europeia para estabelecerem um acordo com o Egipto para impedir que os migrantes atravessem as suas fronteiras, no segundo dia da cimeira informal da UE em Salzburgo.

“O Egipto está pronto a aprofundar o seu diálogo connosco”, disse Sebastian Kurz, cujo país assume actualmente a presidência rotativa da UE.

“O Egipto provou que pode ser eficiente” acrescentou, em declarações aos jornalistas à margem de uma cimeira informal da UE em Salzburgo, Austria.

Kurz e o Presidente do Conselho da UE, Donald Tusk, encontraram-se este fim-de-semana com o Presidente do Egito, Abdel-Fattah el-Sissi, no Cairo, onde iniciaram debates sobre o assunto.

A União Europeia já tem acordos com a Turquia e a Líbia que contribuem para que menos migrantes atravessem o Mar Mediterrâneo.

Mesmo assim, os países europeus querem estabelecer acordos com os restantes países do Norte de África e preveem para Fevereiro a organização de uma cimeira entre países da União Europeia e a Liga Árabe, sediada no Egipto.

Apesar de o número de migrantes que chegam à Europa estar em queda, o problema das migrações continua presente e foi um dos temas principais da cimeira, juntamente com o ‘Brexit’.

Os países europeus estudam a construção de “plataformas de desembarque” nos países norte-africanos, para acolher os migrantes resgatados no Mar Mediterrâneo. No entanto, nenhum país africano mostrou ainda interesse na ideia.

O primeiro-ministro do Luxemburgo apelou a mais solidariedade da parte de todos os Estados-membros, lembrando que esta é “uma crise política e não migratória” e que “a quantidade de chegadas é inferior às de 2007”.

Sebastian Kurz relembrou que a questão migratória “não será resolvida com a repartição dos migrantes pelos estados-membros, mas pela proteção das suas fronteiras” e a Comissão Europeia quer reforçar os meios da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex). (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.