Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

País lidera absorção de activos em África

Angola está entre os três países da África Subsahariana que mais activos fixos – infra-estruturas e equipamentos – recebem até 2025, prevendo-se a obtenção de 5,1 mil milhões de dólares (1,457 triliões de kwanzas) em investimentos dessa índole, de acordo com números divulgados ontem pela companhia internacional de consultoria Global Data.

O país emprega essa soma em dez projectos na área de petróleo e gás, o que equivale a 15 por cento de um total de 64 empreitadas nesse domínio preconizadas para a África Subsahariana entre 2018 e 2025.

A anteceder Angola, figuram a Nigéria e Moçambique que, durante esse período, absorvem investimentos em activos fixos de 17,3 e 7,6 mil milhões de dólares, indica um relatório da empresa de consultoria citado no site especializado “Marketscreener”. “Na África Subsahariana, a Nigéria lidera os investimentos em activos imóveis ‘Capex’, com dez projectos de petróleo e gás a deverem começar a operar entre 2018 e 2025, seguida de Moçambique, com dois projectos”, lê-se no artigo que cita um relatório desta consultora analítica de dados.

Na Nigéria, a maior economia africana, há 13 projectos anunciados, a que se juntam mais dez em Angola, segundo o relatório sobre os investimentos na área do petróleo e gás na África Subsahariana, que afirma haver um total de 64 projectos nesta área a começar as operações entre 2018 e 2025.

“A produção total de crude dos projectos anunciados e planeados na África Subsahariana deve chegar aos dois milhões de barris por dia em 2025 e a produção de gás deve atingir os 8,1 mil milhões de pés cúbicos por dia”, disse o analista Joseph Gatdula, citado no artigo da Global Data.

No total, os Estados e as empresas devem investir 40,7 mil milhões de dólares no desenvolvimento dos projectos planeados em despesas de investimento em activos fixos, com o que ficam totalizados 117,1 mil milhões de dólares. (Jornal de Angola)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »