PR defende transformação dos recursos em riqueza real

0 29

O Chefe de Estado angolano, João Lourenço, defendeu nesta terça-feira, em Luanda, a necessidade de se transformar os vastos recursos que Angola dispõe em riqueza real, por formas a garantir o progresso e a melhoria significativa das condições de vida das populações.

João Lourenço falava nas conversações oficiais entre Angola e Portugal, realizadas no Palácio Presidencial, no quadro da visita do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, iniciada na última segunda-feira no país.

Nos esforços a serem empreendidos com vista a concretização desses objectivos, o Presidente da República informou que Angola conta com a participação dos principais parceiros internacionais, entre os quais Portugal.

Segundo o estadista, há entre Angola e Portugal uma relação de estados independentes e soberanos que se respeitam e cujo governos têm a responsabilidade de traçar políticas que garantam uma cooperação sólida, em variados domínios, e o estreitamento dos laços de amizade e de cooperação económica.

Lembrou que as relações entre Angola e Portugal são históricas, seculares e com profunda carga afectiva, de amizade e de solidariedade entre os seus povos.

Sobre as negociações em curso, que passam em revista as relações bilaterais, recomendou realismo e objectividade para que os laços se tornem estáveis e profícuos no presente e no futuro.

A visita do primeiro-ministro luso termina nesta terça-feira. António Costa anunciou, em Angola, o aumento da linha de crédito de apoio às exportações de mil milhões de euros para mil e 500 milhões. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »