Radio Calema
InicioAngolaPolíticaNacionalistas destacam contributo de Neto em prol de África e do mundo

Nacionalistas destacam contributo de Neto em prol de África e do mundo

Os nacionalistas Roberto de Almeida e Luzia Inglês destacaram segunda-feira, em Luanda, o contributo que António Agostinho Neto no combate para a libertação não só de Angola mas em outros territórios submetidos ao colonialismo em África.

Roberto de Almeida e Luzia Inglês destacaram essas valências à imprensa no final de uma gala realizada em homenagem ao primeiro presidente de Angola.

De acordo com Roberto de Almeida, Agostinho Neto foi uma pessoa destacada não só em Angola mas também em África e no mundo, ele viveu num período em que o colonialismo era o principal inimigo das nações.

Nesse período era necessário erradicar o colonialismo e Neto empenhou-se nesse combate para libertar não só o seu país mas também outros territórios submetidos ao colonialismo em África designadamente a Namíbia e África do Sul onde ainda imperava um regime anacrónico que o Apartheid.

Com esses feitos, acrescentou Agostinho Neto ganhou uma dimensão que ultrapassou as fronteiras de Angola e chegou a várias partes do mundo.

Para Luzia Inglês foi uma homenagem merecida se tiver em conta quem foi Agostinho Neto para África e o mundo.

Na sua visão foi um elemento incontornável e raro pela forma como se preocupava com a eliminação da escravatura, discriminação nas sociedades fazendo com que luta fosse considerada universal.

“Ele acabou por ganhar conhecimento no mundo pelo seu espírito verdadeiro em saber acabar com todo tipo de descriminação dando direito em seus próprios povos em suas terras”, reforçou.

Fez saber que Agostinho Neto, quando lutou pela independência de Angola também preocupou-se em velar pelos países a nível da África austral que ainda se encontravam sob jugo de descriminação racial do Apartheid.

Referiu que Agostinho Neto é uma figura de destaque e de consideração universal por isso é necessário que as pessoas se interessem nas suas obras literárias e tudo quanto se fala de Neto.

Para si, precisa-se orientar e transmitir mais o seu legado sobretudo a juventude que desenvolve num mundo de várias opiniões e democracia. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.