Radio Calema
InicioDestaquesCosta e o almoço com ministros angolanos e o governador do banco...

Costa e o almoço com ministros angolanos e o governador do banco central

O primeiro-ministro teve hoje um almoço informal com sete ministros do Governo angolano e com o governador do Banco Nacional de Angola, sinal que o executivo português considera reflectir o novo clima político entre os dois países.

Este almoço privado de António Costa teve lugar no Embarcadouro do Mossulo, nos arredores de Luanda, antes de visitar a obra do novo Hospital Materno-Infantil de Camama, a cargo da construtora portuguesa “Casais”, projecto que envolve cerca de 194 milhões de dólares norte-americanos.

De acordo com fonte do Governo português, as novas leis angolanas do investimento e da concorrência, que em breve entrarão em vigor, assim como as negociações de Angola com o Fundo Monetário Internacional (FMI), foram alguns dos temas abordados no almoço, numa tentativa de demonstrar o novo clima de negócios” que se pretende estabelecer neste país.

Com o primeiro-ministro português estiveram o governador do Banco Nacional de Angola, José Lima Massano, assim como os ministros das Finanças, Archer Mangueira, da Agricultura, Marcos Nenhunga, e das Relações Esteriores, Manuel Domingos.

Estiveram ainda os titulares angolanos das pastas da Comunicação Social, Justiça, Saúde e Ensino Superior, e pela parte portuguesa os ministros dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, da Agricultura, Capoulas Santos, bem como os secretários de Estado Adjunto do ministro das Finanças, Ricardo Mourinho Félix, e da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias.

“Neste almoço ficou bem patente a vontade do Governo angolano de mudar rapidamente nos planos económico e financeiro e gerar nova confiança no exterior”, disse à agência Lusa um membro do executivo de Lisboa. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.