Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ministério das Pescas e do Mar apresenta plano de desenvolvimento

A Comissão do Ministério das Pescas e do Mar que trabalha no Moxico, desde o passado dia 12 deste mês, apresentou quinta – feira, no Luena, o plano de desenvolvimento do sector a nível das províncias que praticam a pesca marítima e as do interior que efectuam a pesca continental.

No acto da apresentação aos membros do governo local, a directora nacional de Infra-estruturas e Indústria do Ministério das Pescas e do Mar, Maria Filomena de Mata disse que o documento, que também programa o ordenamento para pesca e aquicultura, é um contributo para produção e diversificação da económica.

A responsável explicou que, o plano denominado por “Poupa”, apresenta o grande potencial do sector para o desenvolvimento nacional, contribuindo não só na segurança alimentar, mais também, para o emprego e alívio da pobreza da população.

Apontou que o “Poupa” tem como objectivo geral, a promoção do desenvolvimento sustentável do sector, contribuição para coesão e unidade nacional, criação de emprego, melhoria da qualidade de vida da população e a inserção competitiva de Angola no contexto regional e internacional.

Como objectivos específicos, acrescentou, o plano visa assegurar a sustentabilidade da exploração dos recursos da pesca marítima e continental, de forma a garantir as gerações vindouras, apoiar e fomentar o desenvolvimento integrado, coordenado e sustentável, reduzindo os desequilíbrios regionais e criar a coesão e unidade nacional.

No âmbito da diversificação da economia nacional, explicou que o sector vai trabalhar, não só pensando no produto para o consumo interno, mas também salvaguar o fornecimento do pescado para a população angolana, regional e internacional.

Para tal, referiu, o sector deverá estar devidamente preparado para que o produto possa chegar aos países vizinhos, cujo processo, já funciona de uma maneira informal ou formal.

Melhorar o emprego para garantir as condições de vida e a qualidade de alimentação da população, apoiar e fomentar a melhoria para eficiência económica e competitividade, assegurar o valor da qualidade e segurança do pescado e outros produtos da pesca, consolidar as bases administrativas pesqueiras, são entre outra finalidade do “Poupa”.

Na visão internacional, indicou que o plano do ministério aceita para o sector marítimo, crescimento azul e gestão integrada dos recursos baseados na abordagem dos ecossistemas para o sector das pescas na aquicultura.

Fez saber que o plano promove o desenvolvimento através de uma gestão adaptativa, interactiva e contínua, tendo como linhas orientadoras, a sustentabilidade dos recursos pesqueiros, adequando a capacidade de pesca, as possibilidades de captura sustentáveis. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »