Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Candidatos de concurso do Ministério da Educação de Angola denunciam comercialização de vagas

Alguns dos excluídos apontam o dedo à ministra

Candidatos a professores excluídos do concurso público realizado este ano pelo Ministério da Educação acusam a ministra da pasta, Maria Cândida Pereira Teixeira, de ter vendido as vagas.

Muitos dos candidatos, que tiveram entre 10 e 15 valores no exame, dizem não entender como é que na primeira fase estavam aptos e agora aparecem excluídos das listas definitivas.

Na segunda-feira, 10, foram publicadas as listas definitivas do concurso público em todo país, e mais da metade dos candidatos apurados na primeira fase foi exluída.

Zua Inga, licenciado em língua e literatura inglesa, admitido na primeira fase com nove valores, diz não entender o que terá passado para que fosse excluído da segunda fase porque a nota mais alta da sua turma foi a de um colega que teve 10 valores e que também foi excluído.

“O que posso dizer é que as nossas vagas foram vendidas pela ministra porque não entendemos como é que fomos aceites na primeira fase e na segunda fomos excluídos”, acrescenta Inga, segundo o qual “dos licenciados que concorreram nenhum foi admitido”.

Outras reclamações vêm da província de Cuando Cubango.

Adelino Quarta, de 25 anos e formado em bioquímica, disse à VOA que os concorrentes estão bastante agastados com a situação por que passam e apelam a uma maior celeridade na resolução do problema porque “o director provincial diz que o computador falhou”.

A VOA contactou o Gabinete de Comunicação Institucional da Educação que prometeu prestar esclarecimentos a qualquer momento. (VOA)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »