Radio Calema
InicioAngolaSociedadeZonas de risco mapeadas

Zonas de risco mapeadas

A SOS Habitat-Acção Solidária realizou, na província de Luanda, nos últimos dois anos, uma campanha de mapeamento, mobilização e sensibilização das famílias que vivem em zonas de riscos.

A campanha, realizada com o apoio da Open Society e da Christian Aid, decorreu de Agosto de 2016 a Agosto de 2018, em cujo período houve encontros comunitários e inter-comunitários de mobilização e sensibilização das famílias de zonas de risco.

A campanha de mapeamento incluiu a realização de fóruns municipais, reuniões com as administrações e o mapeamento, devendo o resultado do trabalho constar de um relatório, que vai ser publicado ainda este ano.

A actividade atingiu cerca de 1.889 famílias, sendo 813 residentes no município de Belas e 1.076 em Cacuaco, o que corresponde a 9.448 pessoas beneficiadas, das quais 4.067 são de Belas e 5.381 de Cacuaco. A campanha foi também desenvolvida nos municípios de Viana, Talatona e Icolo e Bengo.
O coordenador da SOS-Habitat, Augusto Rogério, destacou, em conferência de imprensa, as demolições de moradias ocorridas em algumas zonas do país durante o período da campanha de mapeamento.

O activista social deu ên-fase às acções desenvolvidas nos últimos anos pela Provedoria de Justiça e pelo Mi-nistério da Justiça e dos Direitos Humanos, sendo algumas delas encontros e seminários com organizações da sociedade civil. (Jornal de Angola)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.