Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Espanha não vai reclamar soberania de Gibraltar

Espanha não vai reclamar a soberania de Gibraltar nas negociações com o Reino Unido sobre o futuro da colónia britânica, no âmbito do ‘Brexit’, afirmou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Josep Borrell.

Espanha não vai reclamar a soberania de Gibraltar nas negociações com o Reino Unido sobre o futuro da colónia britânica, no âmbito do ‘Brexit’, afirmou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Josep Borrell.

O governante espanhol (socialista) sublinhou que esta posição não representa “qualquer renúncia” sobre a reivindicação histórica de Espanha para recuperar o controlo do ‘Rochedo’, mas considerou que o diálogo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia não é o quadro adequado para esta discussão.

“Não está nos objectivos deste ministério nas negociações sobre Gibraltar a questão da soberania”, disse Borrell, numa audição na comissão de Negócios Estrangeiros do Congresso, respondendo a perguntas do porta-voz do PP, José Ramón García Hernández, sobre a posição do executivo socialista sobre a colónia britânica, no sul de Espanha.

Para o chefe da diplomacia espanhola, Gibraltar não pode ser “o último obstáculo no caminho para o acordo do ‘Brexit'” e o objectivo deveria ser que se tratasse do “primeiro passo” para esse pacto.

O governante recordou a pretensão do antigo ministro dos Negócios Estrangeiros José Manuel García-Margallo (PP) de “erguer a bandeira de Espanha sobre o Rochedo” no âmbito das negociações para o ‘Brexit’.

“Sou mais modesto. Hoje estamos onde estamos, a negociar o que negociamos”, acrescentou o ministro, que confessou estar “muito mais” preocupado com as condições socio económicas do Campo de Gibraltar.

Borrell apontou, entre as preocupações, a pesca, a alfândega, o contrabando de tabaco, o aeroporto ou a saída e entrada de trabalhadores espanhóis.

O ministro considerou que a colónia “não pode ser o terceiro território com o rendimento mais elevado do mundo” e rodeada por “uma planície de subdesenvolvimento”, numa alusão ao Campo de Gibraltar, onde, referiu, “começa a haver problemas sérios de tráfico de drogas, contrabando e instabilidade social”.

“Temos de responder a este problema e creio que estamos a fazê-lo”, disse.

O porta-voz do PP lamentou que o Governo espanhol não queira aproveitar a negociação do ‘Brexit’ para reclamar a devolução da soberania sobre o território.

“Hoje sobe a bolsa em Londres, com as declarações que fez”, criticou García Hernández. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »