Radio Calema
InicioAngolaSociedadeDistorções do Evangelho enfraquecem igrejas em Angola

Distorções do Evangelho enfraquecem igrejas em Angola

O papel das igrejas em Angola está a ser enfraquecido, continuamente, através das distorções do Evangelho de Cristo, uma prática que caracteriza os novos movimentos religiosos.

A alerta foi dada, hoje, na cidade do Huambo, pelo pastor Enoque Martins Sambala, da Igreja Evangélica Congregacional em Angola, quando apresentava o tema “Política e Religião”, no durante o 1º simpósio sobre religião,

Segundo o religioso, é urgente que as igrejas em Angola reforcem a sua missão profética, de anunciar o Evangelho dentro dos verdadeiros princípios bíblicos, para que possam recuperar a sua missão de influenciar positivamente a acção governativa no país.

Para o pastor, a igreja deve jogar, em todo o contexto, um papel fundamental na organização dos estados, sendo, por isso, imperioso que ela desenvolva bem a sua missão, dentro dos desígnios desejados, para se tornar numa realidade necessária.

Disse que as igrejas não se devem conformar com os vícios que enfermam a acção governativa, como a corrupção, o nepotismo e as injustiças, mas reformar-se à luz dos princípios religiosos, para expurgar esses males que estão a invadir as suas estruturas.

Nesta conformidade, recomendou que aquelas organizações sociais preocupem-se em educar, com valores religiosos, éticos e morais, os seus membros para que se tornem em bons cidadãos e promotores de boas práticas, entre as quais o bem, a justiça, a fraternidade e a concórdia entre os cidadãos, relevando, deste modo, a cidadania e patriotismo em prol do desenvolvimento do país.

O pastor Enoque Martins Sambala recomendou, igualmente, os líderes religiosos no sentido de se absterem de cargos com relevância política, para que não sejam presos a ideologias defendidas por organizações partidárias, o que pode contrastar a sua missão profética.

“Quem exerce funções religiosas não deve conectar-se a política, para não estar dependente desta ideologia, para que a sua mensagem seja global e possa ser uma aspiração para que os políticos façam aquilo que é bom para todos”, culminou.

Além da Política e a Religião, o 1º simpósio, realizado pelo Instituto Superior Politécnico Sol Nascente, abordou temas como “O Deus do luto e da destruição do sagrado” e “O poder da fé no contexto psico-social e a sua manifestação em África”. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.