- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mais Ambiente Defendida valorização de espaços verdes no país

Defendida valorização de espaços verdes no país

A necessidade de valorização dos espaços verdes, para se mitigar os efeitos decorrentes das emissões de gases tóxicos, foi defendida nesta quinta-feira, em Luanda, pelo secretário de Estado do Ambiente, Joaquim Manuel.

O responsável falou no seminário sobre “valorização dos espaços verdes em ambientes urbanos, para o alcance da sustentabilidade”, realizado pelo Instituto Nacional de Gestão Ambiental (INGA).

Na sua intervenção, considerou os espaços verdes como pulmão indispensável para a produção do oxigénio necessário, mitigando, deste modo, os efeitos decorrentes das emissões de gases tóxicos oriundos de indústrias e automóveis.

Em virtude da formação, o responsável augura que os conhecimentos sejam reproduzidos e se repercutem com acções concretas a curto e médio prazo, tornando os espaços verdes uma realidade em todo o país.

Baseando-se na Lei de Base do Ambiente, que atribui aos cidadãos o direito de viverem num ambiente sadio e os benefícios da utilização racional dos recursos naturais do país, recomendou a defesa e uso sustentado destes, assim como o direito e a obrigação de participar na gestão ambiental.

De acordo com o responsável, a Constituição estipula que todos têm o direito de viver num ambiente sadio e não poluído, bem como o dever de o defender e preservar.

Sobre o seminário, disse que vai produzir conclusões, recomendações e linhas estratégicas que, obviamente, permitirão o Ministério do Ambiente e as diferentes instituições desenvolver acções ambientais.

O Ministério do Ambiente, neste encontro, terá oportunidade de colher contribuições e experiências de práticas ambientais.

O seminário debate temas como “espaços verdes como ferramenta para educação ambiental”, “integração dos espaços verdes no ordenamento do território”, “gestão de espaços verde na cidade de Luanda”, entre outros. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.