Radio Calema
InicioGovernoCorrigir o que esta MalDirector do SIC recusa-se a falar ao Jornal de Angola

Director do SIC recusa-se a falar ao Jornal de Angola

No seguimento da reportagem sobre o caso de três cidadãos que ficaram detidos durante 14 dias pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), na província da Lunda-Norte, que, alegadamente, confundiu pó para fabrico de gelado com cocaína, o Jornal de Angola procurou ouvir o director nacional do SIC, Eugénio Alexandre.

Na reportagem, que ganhou repercussão mediática, o Jornal de Angola, que foi o primeiro órgão a reportar os factos, ouviu todos os envolvidos, inclusive reproduziu declarações do director provincial do SIC da Lunda-Norte, província onde se deu a ocorrência, além do procurador local.

Entretanto e estranhamente, o director nacional do SIC não apenas negou prestar declarações ao Jornal de Angola, como também procurou descredibilizar o trabalho feito por este órgão de imprensa.

Eugénio Alexandre alegou que, na reportegem, o Jornal de Angola não tinha feito o cruzamento de fontes.“Não vou falar sobre isso, porque o jornalismo diz que tem de fazer o cruzamento de fontes e não me ouviram antes”, disse o responsável, para acrescentar: “fizeram um jornalismo sem ética e
não parecia ser um jornal público. Se me contactassem, teriam uma matéria mais completa”.

Eugénio Alexandre esqueceu-se, no entanto, que todas as fontes primárias (acusados, SIC provincial e Procuradoria) foram contactadas e as suas declarações constam da reportagem em causa.

Com o director Eugénio Alexandre o Jornal de Angola pretendia, somente, apurar o futuro dos oficiais envolvidos no caso e as condições que as províncias reúnem para a realização de testes laboratoriais para produção de provas. (Jornal de Angola)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.