Radio Calema
InicioAngolaSociedadeMoto-taxista morto a tiro em Cacuaco

Moto-taxista morto a tiro em Cacuaco

Um moto-taxista de 20 anos foi assassinado com três tiros ao início da noite de Sábado, 1, na Rua Direita do bairro dos Pescadores, no município de Cacuaco em Luanda.

De acordo com o presidente da Associação de Moto-taxistas de Angola (AMOTRANG), Bento Rafael, o crime aconteceu quando dois homens que conduziam uma moto não identificada abordaram a vítima na via pública, a 25 metros do ponto de moto-táxis da zona.

“Eles empurraram a vítima para o chão e subiram na moto para tentar fugir, ele (a vítima) tinha um controle remoto no bolso, accionou o botão e bloqueou a moto. Quando os criminosos deram conta que a vítima tinha bloqueado a moto, fizeram três disparos contra o jovem”, contou Bento Rafael, acrescentando que o crime ocorreu no momento em que a vítima exercia a sua actividade laboral.

Após disparar sobre a vítima, os marginais deixaram o motociclo e fugiram com todo o dinheiro do moto-táxi.

O responsável fez saber ainda que os restos mortais da vítima já repousam no cemitério da comuna da Funda.

O superintendente Fernando de Carvalho, porta-voz do SIC-Luanda, informou que o processo deu entrada no Comando Municipal de Cacuaco, no departamento do Serviço de Investigação Criminal, acrescentando embora que o caso só chegou ao seu conhecimento esta manhã, não tendo o SIC-Luanda recebido, durante o fim-de-semana, nenhuma denúncia sobre o sucedido.

No entanto, fonte do SIC-Cucuaco contactado pelo NJOnline, garantiu que o SIC fez a perícia no local do crime, bem como a remoção do cadáver, tendo o corpo sido transportado para o Laboratório Central de Criminalística (LCC) para realização de autópsia.

De recordar que no dia 29 do mês passado a Direcção do Comando Provincial de Luanda da Polícia (CPL) manteve um encontro com os responsáveis das Empresas de transportes públicos e privados, as associações de taxistas e a AMOTRANG.

No encontro foram analisados vários temas, mas o assunto mais debatido na reunião foi a delinquência contra taxitas e moto-taxistas que até agora parece não ter um ponto final. (Novo Jornal Online)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.