Radio Calema
InicioVidaSaúdeBorbulhas nas orelhas? Nunca as rebente

Borbulhas nas orelhas? Nunca as rebente

Na verdade, não deve rebentar nenhuma borbulha que lhe surja na pele. Mas há um cuidado redobrado a ter com as das orelhas.

Acordar e dar-se de caras com uma ‘gigante’ borbulha no queijo. Quem nunca?

Para tratar deste problema, deve-se aplicar creme contra o acne e evitar tocar, para não inflamar a zona sensível,e claro, não espremer.

Apesar de sabido, muitos são os que não resistem, o que leva a que a zona fique infectada e parte do pus volte para o interior da pele levando a que futuramente se crie outra borbulha na mesma zona.

Em casos de borbulha nas orelhas, o problema é semelhante, excluindo o aspecto visual que passa bem mas despercebido nas orelhas do que no rosto. Por outro lado, e dependendo da zona em que a borbulha cresça, pode incomodar bastante o que resulta na mesma solução: rebentá-la.

Como explica Jeanine Downie à Womens Health britânica, este é um problema bastante comum que se explica pelo facto de as orelhas serem uma zona do corpo com grande concentração de óleos, um ambiente que propicia o surgimento de borbulhas que, tal como em qualquer outra zona do corpo, podem causar irritação ficando bastante vermelhas ou inchadas.

Quanto ao tratamento, é semelhante ao de qualquer caso: aplicar creme e evitar tocar ao máximo, o que inclui evitar auscultadores ou mesmo brincos – qualquer objecto externo pode propiciar uma inflamação.

No caso de a irritação persistir, poderá ainda querer ser visto por um dermatologista que lhe irá tratar da situação com uma concentrada dose de cortisona, que acalma a irritação, ou com os instrumentos certos (e esterilizados) com que lhe irá rebentar a referida borbulha – acredite, não seria o primeiro a ir a uma consulta de dermatologia por este motivo.

E porque o melhor será prevenir o problema, quem é propício à criação de tais borbulhas deve aumentar (na frequência e intensidade) a limpeza das orelhas, embora este seja um aspecto algo relativo, que pode tornar-se mais comum apenas em alturas de maior stress, em que o organismo sofre com alguma alteração hormonal. (Notícias ao Minuto)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.