Radio Calema
InicioMundoAmérica do SulGuerrilha colombiana anuncia decisão de libertar reféns

Guerrilha colombiana anuncia decisão de libertar reféns

A guerrilha colombiana do Exército de Libertação Nacional (ELN) informou hoje que vai libertar os reféns que mantém há mais de um mês, mesmo sem qualquer acordo com o Governo, rejeitando de antemão a responsabilidade por possíveis incidentes.

“Decidimos proceder por nossa iniciativa à libertação dos reféns, sob risco de não se conseguirem garantir as condições mínimas para o sucesso das operações humanitárias”, informou o ELN num comunicado divulgado em Havana, Cuba.

O ELN também pede o apoio dos países que apoiam o processo de paz na Colômbia, da ONU e da Igreja para que a libertação dos reféns fosse acompanhada, acrescentando que “responsabiliza as forças armadas por qualquer incidente fatal que possa ocorrer durante estas operações humanitárias”.

O novo presidente colombiano, Ivan Duque, que sucedeu a Juan Manuel Santos a 07 de agosto, advertiu que não aceitaria o uso do sequestro como um mecanismo de “intimidação e chantagem” se os rebeldes quisessem continuar as discussões sobre o processo de paz iniciado em Cuba.

O ELN intensificou os sequestros após a conclusão de uma ronda de negociações realizada a 01 de agosto em Cuba.

Desde então, nove pessoas foram sequestradas: quatro militares, três polícias e dois subcontratados civis empregados pelo exército.

O ELN, que tem cerca de 1.500 combatentes, iniciou as negociações de paz em fevereiro de 2017 com o Governo anterior de Juan Manuel Santos. Os rebeldes indicaram sua disposição de retomar as negociações de paz com o seu sucessor, Ivan Duque. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.