Radio Calema
InicioDesportoFutebolBenfica insiste que é a "vítima" no processo e-Toupeira

Benfica insiste que é a “vítima” no processo e-Toupeira

Clube da Luz mantém a sua posição. Afirma que nenhum administrador teve acesso às informações referidas neste processo.

O Benfica ja reagiu à informação divulgada esta terça-feira pela Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa e que dá conta de que a Benfica SAD e Paulo Gonçalves vão a julgamento por corrupção no processo e-Toupeira.

Num comunicado publicado no seu site oficial, o clube começa por lamentar o “insólito” facto de “ser emitido um Comunicado da Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa a enunciar o termo da acusação, sem notificação e o conhecimento do conteúdo pelas partes envolvidas”.

O Benfica mantém a sua posição “quanto à inexistência de factos que justifiquem qualquer acusação no âmbito deste processo”.

Afirma ainda que irá reagir assim que tenha “conhecimento dos termos concretos da acusação, com total rigor e firmeza no sentido de desmontar as absurdas e injustificadas imputações do Ministério Público”, algo que as águias acreditam que será feito “ao longo deste processo”.

A terminar o comunicado, o clube da Luz deixa uma mensagem clara aos sócios, adeptos e simpatizantes.

“No fim a Lei prevalecerá e será provado que nenhum elemento da Administração da SAD do Sport Lisboa e Benfica teve qualquer tipo de contacto ou conhecimento sobre os factos imputados neste processo. Factos que versam afinal sobre uma matéria sobre a qual, se alguém tem sido vítima, trata-se precisamente do Benfica. Vítima de violação sistemática do segredo de justiça e de arbitrariedade de decisões que merecem da nossa parte o mais forte repúdio e resposta compatível nas instâncias legais”, pode ler-se. (Notícias ao Minuto)

por Fábio Nunes

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.