Radio Calema
InicioEconomiaMoody's diz que assistência do FMI vai apoiar reformas

Moody’s diz que assistência do FMI vai apoiar reformas

Agência de rating frisou que “o orçamento do Governo angolano continua sob pressão e o crescimento é anémico”.

O programa de assistência com financiamento do Fundo Monetário Internacional (FMI) a Angola solicitado pelo Governo permitirá, a concretizar-se, reforçar as reformas no País, considerou esta semana a agência de notação Moody”s.

Para a agência norte-americana, o acesso de Angola a um programa Extended Fund Facility (EFF), em negociação com o FMI, reforçaria a situação angolana, em termos fiscais e externos, “enquanto o Governo prossegue com as suas ambiciosas políticas económicas e a agenda de reformas estruturais para restaurar a estabilidade macroeconómica”, sublinhou a Moody”s.

A agência ressalvou que o pedido de assistência ao FMI – que poderá chegar aos 4,5 mil milhões USD – demonstra “as necessidades urgentes de Angola” e “reflecte os desafios actuais do Governo, após a deterioração significativa do balanço nos últimos três anos. As negociações devem iniciar-se em Outubro. (Expansão)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.