Radio Calema
InicioAngolaPolíticaAngola e Brasil analisam projectos prioritários

Angola e Brasil analisam projectos prioritários

O embaixador angolano no Brasil, Nelson Cosme, analisou de 27 a 29 de Agosto último os primeiros projectos “prioritários”, submetidos pelo Governo de Angola, que serão financiados com recursos procedentes do Protocolo de Entendimento Angola-Brasil, de Fevereiro de 2018.

No quadro do protocolo, foi estabelecida uma nova linha de crédito do Brasil para Angola, na ordem de dois mil milhões de dólares, segundo uma nota de imprensa da embaixada angolana chegada, nesta segunda-feira, à Angop.

Em Brasília, o diplomata angolano reuniu com responsáveis dos ministérios da Fazenda do Brasil, das Relações Exteriores, assim como da Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF) e do Banco Credit Suisse, instituição que participará da facilidade acordada entre Angola e o Brasil.

O Governo angolano submeteu ao Governo brasileiro cerca de 22 projectos “iniciais”, dentre os quais, projectos de construção e reabilitação de unidades hospitalares, pontes, redes de abastecimento de água e de energia, bem como projectos ligados à investigação cientifica, extensão rural e de desenvolvimento agropecuário.

Os governos angolano e brasileiro assinaram a 9 de Fevereiro de 2018, na cidade de Luanda, o Protocolo de Entendimento que estabeleceu a nova linha de crédito do Brasil para Angola, tendo este país africano beneficiado, até ao momento, de seis “facilidades” de crédito.

O novo protocolo tem particularidades diferentes em relação aos anteriores, sendo que prevê financiamento aberto a participação de instituições financeiras privadas, concretamente bancos e fundos de financiamentos, como é o caso do Credit Suisse. Anteriormente, os financiamentos davam-se somente por via do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social do Brasil (BNDES) e do Banco do Brasil.

Ainda nas acções de avaliação da cooperação bilateral com o Brasil, o embaixador reuniu com responsáveis da Agência Brasileira de Cooperação (ABC) que manifestaram-se satisfeitos pelo rumo dos projectos de cooperação técnica desenvolvidos com o país, sobretudo os projectos em implementação com o Ministério da Saúde, que abrange a criação de banco de leite humano, controlo do câncer e tratamento da doença falciforme.

A ABC e o Ministério da Saúde estão também a trabalhar numa cooperação técnica na área de cardiologia, que prevê a formação de profissionais angolanos no Brasil.

A ABC coopera com o Governo de Angola em outros domínios, como o da educação, onde se destaca o projecto de educação infantil, “Escola Para Todos”, que prevê a integração de crianças portadoras de necessidades especiais no convívio educacional com outras crianças.

No domínio da Agricultura, o Ministério da Agricultura e Florestas de Angola está a avaliar com a ABC a implementação de um programa de capacitação de técnicos angolanos em mecanização agrícola, extensão rural, organização comunitária, estatística agrária, processamento e comercialização agro-pecuária.

A cooperação técnica Angola-Brasil abrange também o sector financeiro. A Administração Geral Tributária de Angola – AGT e a ABC estão a trabalhar para a formação profissional de técnicos angolanos na Escola de Administração Fazendária do Brasil. (Angop)

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.