Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

INEMA expande serviços fixos para cinco municípios da Huíla

Os municípios de Quilengues, Cacula, Humpata, Gambos e Matala (Huíla) vão, nos próximos tempos, contar com os serviços fixos do Instituto Nacional de Emergências Médicas de Angola (INEMA) na Huíla, a fim de serem atendidos pontualmente os casos de acidentes a registarem-se nas estradas nacionais que os circundam.

A informação foi hoje avançada à imprensa, no Lubango, pelo director dos serviços províncias do INEMA, Paulo Luvangamu, no âmbito das comemorações do seu nono aniversário desde a criação em 2009, por ocasião da realização do Campeonato de África das Nações(CAN-2010).

Segundo o responsável, o governador Marcelino Tyipinge já orientou aos administradores municipais e os mesmos já estão a preparar as condições para albergar esses serviços e provavelmente ainda este ano, a Cacula e a Humpata possam já usufruir de forma efectiva os trabalhos de emergência.

Referiu que para a concretização desse desiderato, é necessário que se eleve o número de ambulâncias de 15 para 24, sendo quatro de suporte avançado de vida e cinco de suporte básico de vida e passar dos 28 funcionários para mais 36, com vista a dar resposta cabal ao plano de expansão do INEMA, ora traçado.

“Actualmente, estamos apenas confinados no Lubango, cuja actividade se incide principalmente na cobertura de eventos que alberga um número elevado de pessoas, mas que em alguns casos urgentes, o nosso raio de acção vai até a Humpata, Chibia e a comuna do Hoque, sendo uma equipa da base, só chegamos as áreas mais próximo da sede capital da província”, enfatizou.

Entretanto, sublinhou, que um dos desafios do departamento é o de continuar a formar permanentemente o pessoal de emergências médicas, pois não se fazem a actividades sem que haja formação permanente e os temas nesta área são actualizados anualmente e é necessário que os profissionais também estejam a par destas actualizações.

O INEMA desde a sua fundação até o ano de 2017 já atendeu dez mil e 400 pacientes, num rácio de mil e 300 por ano, um número que este ano poderá ser superado atendendo o facto de que já têm abastecimento regular das ambulância e o numero temos o numero de emergência medicas activo o 116, na rede fixa.

Os casos que ocorrem aos serviços do INEMA são casos clínicos, traumáticos e ginecologia, obstetrícia, cujo atendimento tem sido a pacientes ao domicílio, na via pública e procedem o transporte inter-hospitalar e inter-provincial para o serviço de hemodiálise. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »