Smiley face

Ex-secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan morre aos 80 anos

0 52

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Kofi Annan, ex-secretário-geral das Nações Unidas, morreu este sábado aos 80 anos.

A notícia foi dada pela família do diplomata na conta do próprio no Twitter. António Guterres, que hoje ocupa o cargo do topo na ONU, já reagiu na mesma rede social: “Kofi Annan foi uma força orientadora para o bem. É com profunda tristeza que soube de sua morte.”

Kofi Annan liderou a ONU entre 1997 e 2006, foi ele que organizou o referendo da independência de Timor, quando António Guterres, atual secretário-geral das Nações Unidas, era primeiro-ministro de Portugal. O que deu origem ao nascimento do primeiro país independente do século XXI. Timor-Leste torna-se independente em 2002.

A família do diplomata – que dá conta que nas suas últimas horas de vida esteve acompanhado pela mulher e os três filhos – sublinha que Kofi Annan foi um combatente pela paz e desenvolvimento no mundo e que se empenhou em todas as causas que pudessem contribuir para isso. Lembra também que mesmo após o fim do mandato como secretário-geral da ONU, o diplomata manteve o empenho nas mesmas causas como membro da The Elders, organização independente fundada por Nelson Mandela para lutar pela paz.

Nascido em 1938 em Kumasi, Gana, Kofi Annan foi o primeiro funcionário das Nações Unidas a chegar ao topo da organização. Estudo Economia e licenciou-se em Relações Internacionais. A sua ligação a África manteve ao longo de toda a vida e uma das suas grandes batalhas foi precisamente o desenvolvimento dos países africanos.

Em 2001 ganhou em parceria com as Nações Unidas, o Prémio Nobel da Paz, pela criação do Fundo Global de Luta contra a Sida, Tuberculose e Malária para ajuda aos países em desenvolvimento.

Annan integrou os quadros da ONU em 1962 como funcionário administrativo da Organização Mundial de Saúde, em Genebra, e mais tarde, trabalhou para a Comissão Económica para a África. (Diário de Notícias)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »