Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Ex-secretário-geral das Nações Unidas Kofi Annan morre aos 80 anos

Kofi Annan, ex-secretário-geral das Nações Unidas, morreu este sábado aos 80 anos.

A notícia foi dada pela família do diplomata na conta do próprio no Twitter. António Guterres, que hoje ocupa o cargo do topo na ONU, já reagiu na mesma rede social: “Kofi Annan foi uma força orientadora para o bem. É com profunda tristeza que soube de sua morte.”

Kofi Annan liderou a ONU entre 1997 e 2006, foi ele que organizou o referendo da independência de Timor, quando António Guterres, atual secretário-geral das Nações Unidas, era primeiro-ministro de Portugal. O que deu origem ao nascimento do primeiro país independente do século XXI. Timor-Leste torna-se independente em 2002.

A família do diplomata – que dá conta que nas suas últimas horas de vida esteve acompanhado pela mulher e os três filhos – sublinha que Kofi Annan foi um combatente pela paz e desenvolvimento no mundo e que se empenhou em todas as causas que pudessem contribuir para isso. Lembra também que mesmo após o fim do mandato como secretário-geral da ONU, o diplomata manteve o empenho nas mesmas causas como membro da The Elders, organização independente fundada por Nelson Mandela para lutar pela paz.

Nascido em 1938 em Kumasi, Gana, Kofi Annan foi o primeiro funcionário das Nações Unidas a chegar ao topo da organização. Estudo Economia e licenciou-se em Relações Internacionais. A sua ligação a África manteve ao longo de toda a vida e uma das suas grandes batalhas foi precisamente o desenvolvimento dos países africanos.

Em 2001 ganhou em parceria com as Nações Unidas, o Prémio Nobel da Paz, pela criação do Fundo Global de Luta contra a Sida, Tuberculose e Malária para ajuda aos países em desenvolvimento.

Annan integrou os quadros da ONU em 1962 como funcionário administrativo da Organização Mundial de Saúde, em Genebra, e mais tarde, trabalhou para a Comissão Económica para a África. (Diário de Notícias)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »