Smiley face

Antigos combatentes da FNLA elegem presidente da organização

0 33

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Os membros da Associação dos Antigos Combatentes da Frente Nacional de Libertação de Angola (AAC/FNLA) elegeram sexta-feira, em Luanda, o cidadão Lino Massaqui Ucaca para o cargo de presidente da referia organização, para os próximos cinco anos.

A Assembleia Geral Electiva, que decorreu na quinta-feira e sexta-feira, contou com a participação de 337 delegados provenientes das 18 províncias de Angola e Lino Massaqui Ucaca venceu com 284 votos, o candidato Justino Caquenha obteve 25 votos e 28 foram nulos.

Falando na ocasião, o presidente eleito da AAC/FNLA comprometeu-se em trabalhar com o Estado para reduzir as principais dificuldades dos antigos combatentes da FNLA e criar políticas que possam beneficiar os associados.

Lino Massaqui Ucaca reconheceu que o anterior mandato teve momentos positivos e negativos, mas prometeu corrigir os erros do passado.

Por sua vez, Justino Caquenha (candidato derrotado) reconheceu que as eleições na AAC/FNLA foram justas e agradeceu democraticamente a derrota.

Apelou ao presidente eleito a trabalhar mais para o bem-estar social e económico de todos antigos combatentes da FNLA sem exclusão, bem como em outros problemas que afligem os associados, como a entrada para a caixa social e segurança social.

Segundo dados de 2015, a AAC/FNLA controla 17 mil 352 associados, dos quais, apenas três mil 750 beneficiam de pensão enquanto o restante aguarda conclusão do processo.

Para além de delegados da AAC/FNLA, participaram da Assembleia Geral Electiva os representantes do Ministério dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, da Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA), da Associação do Processo 50, Associação Fundanga, entre outras organizações. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »