Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

FMV almeja maior participação na diversificação económica

Uma maior participação na diversificação da economia, através da produção animal em maior escala e controlo das doenças emergentes, é o que almeja a Faculdade de Medicina Veterinária (FMV) da Universidade José Eduardo dos Santos, na cidade do Huambo.

De acordo com o seu decano, Fernando Maia, que discursava hoje, sexta-feira, na outorga de 24 diplomas e certificados de fim de curso, a instituição está atenta aos desafios actuais do país, tendo como finalidade a formação de quadros qualificados.

Segundo ele, a importância de um médico veterinário na saúde pública é inquestionável, ao referir que os quadros formados na instituição podem ajudar a mudar o paradigma do sector agro-pecuário do país, que ainda exige muito investimento por parte do Estado e do sector privado.

“Neste momento o país está numa nova fase de luta de desenvolvimento e do alcance da garantia da segurança alimentar e nutricional, por isso o nosso foco é, em conjunto, trabalhar para fazer da pecuária forte e ajudar na diversificação da economia da nação”, prometeu.

Reconheceu que os veterinários, em Angola, ainda encaram muitas dificuldades, mas aconselhou os mesmos, essencialmente os recém-formados, a vencerem os desafios, tendo em conta o papel que desempenham na sociedade.

Fernando Maia fez saber que não existe pecuária sem o médico veterinário e nem diversificação da economia sem este profissional, enfatizando que a nova geração tem sido formada com o pensamento posto nos desafios que se avizinham.

Falar da medicina veterinária, segundo ele, é falar dos desafios da saúde pública, ameaças relacionadas ao surgimento de novas doenças animais ou ressurgimento de enfermidades com os devidos efeitos nefastos, desde o ponto de vista económico e social, assim como da segurança alimentar e nutricional e do bem-estar animal.

Lembrou que desde 2012, altura em que se realizou a primeira graduação pós-guerra, a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade José Eduardo dos Santos já formou 312 médicos veterinários. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »