Smiley face

FMV almeja maior participação na diversificação económica

0 31

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

Uma maior participação na diversificação da economia, através da produção animal em maior escala e controlo das doenças emergentes, é o que almeja a Faculdade de Medicina Veterinária (FMV) da Universidade José Eduardo dos Santos, na cidade do Huambo.

De acordo com o seu decano, Fernando Maia, que discursava hoje, sexta-feira, na outorga de 24 diplomas e certificados de fim de curso, a instituição está atenta aos desafios actuais do país, tendo como finalidade a formação de quadros qualificados.

Segundo ele, a importância de um médico veterinário na saúde pública é inquestionável, ao referir que os quadros formados na instituição podem ajudar a mudar o paradigma do sector agro-pecuário do país, que ainda exige muito investimento por parte do Estado e do sector privado.

“Neste momento o país está numa nova fase de luta de desenvolvimento e do alcance da garantia da segurança alimentar e nutricional, por isso o nosso foco é, em conjunto, trabalhar para fazer da pecuária forte e ajudar na diversificação da economia da nação”, prometeu.

Reconheceu que os veterinários, em Angola, ainda encaram muitas dificuldades, mas aconselhou os mesmos, essencialmente os recém-formados, a vencerem os desafios, tendo em conta o papel que desempenham na sociedade.

Fernando Maia fez saber que não existe pecuária sem o médico veterinário e nem diversificação da economia sem este profissional, enfatizando que a nova geração tem sido formada com o pensamento posto nos desafios que se avizinham.

Falar da medicina veterinária, segundo ele, é falar dos desafios da saúde pública, ameaças relacionadas ao surgimento de novas doenças animais ou ressurgimento de enfermidades com os devidos efeitos nefastos, desde o ponto de vista económico e social, assim como da segurança alimentar e nutricional e do bem-estar animal.

Lembrou que desde 2012, altura em que se realizou a primeira graduação pós-guerra, a Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade José Eduardo dos Santos já formou 312 médicos veterinários. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »