Smiley face

Banco Sol e ENDE assinam protocolo para crédito

0 92

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.

O Banco Sol e a Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) assinaram hoje, em Luanda, um protocolo para concessão de crédito ao consumo, automóvel e habitação, destinados aos trabalhadores da empresa de electricidade.

Pelo Banco Sol rubricou o acordo o seu presidente Coutinho Nobre Miguel, enquanto pela ENDE assinou a sua presidente do conselho de administração, Ruth Safeca.

Em declarações à imprensa, após a assinatura do protocolo, Coutinho Nobre explicou que o acordo vai apoiar os trabalhadores da ENDE a ter acesso aos vários produtos do Banco Sol, com o intuito de criar um ambiente favorável para que os trabalhadores se comprometam com a elevação da produção e da produtividade da empresa.

Disse esperar que o protocolo sirva de instrumento com impacto real na vida dos trabalhadores da empresa e para apoiar os projectos estruturantes do sector que tem desafios sérios de modernização, crescimento e desenvolvimento, que através da banca de investimento o banco está preparado para estruturar um conjunto de operações que satisfaça os desígnios de crescimento, tornando a ENDE numa empresa estratégica e economicamente viável.

Referiu que o protocolo demonstra que duas empresas angolanas, sendo uma energética e outra financeira, podem caminhar de “mãos dadas” para criar um ambiente favorável aos seus colaboradores.

Sublinhou que o Banco Sol vai celebrar 17 anos de existência no mercado que têm sido caracterizados por um conjunto de acções onde se destacam o facto de ser um banco líder em Angola de micro credito, que procura trabalhar com as classes mais desfavorecidas com vista a redução significativa da pobreza, o combate à fome e ao desemprego.

Segundo o responsável, o Banco Sol é actualmente um banco universal que tem na banca de retalho o seu principal foco, criando soluções inovadoras para atender as reais necessidades dos clientes, criando novas direcções como a de grandes clientes, para atender as grandes empresas e grandes particulares, a banca de investimento e uma área da banca privada e para acompanhar a dinâmica internacional foi criada a área internacional.

O banco está atento aos desafios relacionados ao Plano de Desenvolvimento Nacional, que apela o apoio da banca as micro, pequenas e médias empresas para que possam criar um ambiente favorável de substituição das importações pela produção nacional.

Por sua vez, a presidente do conselho de administração da ENDE, Ruth Safeca, disse que o protocolo é o culminar de uma série de abordagens que vinham sendo feitas pelo Banco Sol que demonstra a colaboração e parceria que a ENDE tem com o banco que dura há alguns anos.

Segundo a gestora, as relações continuarão a estreitar-se entre as empresas, uma vez que a aquisição de equipamento técnico para operacionalidade da ENDE depende em grande medida do exterior e o banco pode apoiar este processo. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Translate »