Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Trump volta a criticar media em dia de campanha por liberdade de imprensa

O presidente norte-americano, Donald Trump, voltou hoje a criticar os meios de comunicação social, no mesmo dia em que centenas de jornais numa campanha coordenada insistiram na importância da liberdade de imprensa.

A convite do diário The Boston Globe, perto de 350 organizações noticiosas comprometeram-se a participar na frente comum contra a retórica hostil de Trump, que já chamou aos jornalistas o “inimigo do povo”.

“Não há nada que desejasse mais para o nosso país que uma verdadeira LIBERDADE DE IMPRENSA. O facto é que a imprensa é LIVRE para escrever e dizer o que quiser, mas muito do que diz são NOTÍCIAS FALSAS, forçando uma agenda política ou tentando apenas ferir as pessoas. A HONESTIDADE VENCE”, escreveu hoje Trump na rede social Twitter.

O presidente dos Estados Unidos adiantou: “OS MEDIA DAS NOTÍCIAS FALSAS SÃO O PARTIDO DA OPOSIÇÃO. É muito mau para o nosso grande país … MAS ESTAMOS A GANHAR”.

No seu editorial de hoje, o jornal Boston Globe escreveu: “Temos hoje nos Estados Unidos um Presidente que criou um mantra de acordo com o qual qualquer meio de comunicação social que não apoie abertamente a política da administração actual é ‘inimigo do povo'”.

“É uma das numerosas mentiras espalhadas pelo nosso Presidente como um charlatão do passado lançava pó ou ‘água mágica’ sobre a multidão cheia de esperança”, refere o editorial.

Alvo frequente das críticas de Trump, o New York Times lembrou que as pessoas têm o direito de criticar os media. “Mas insistir no facto das verdades que vos desagradam serem ‘falsas notícias’ é perigoso para a democracia”, assinalou.

O Post-Dispatch, de Saint Louis, designou os jornalistas de “mais verdadeiros dos patriotas”, enquanto o Chicago Sun-Times disse acreditar que a maioria dos norte-americanos sabe que o que Trump diz é absurdo e o Observer da Carolina do Norte declarou esperar que “todos os apoiantes do Presidente reconheçam o que ele está a fazer — manipular a realidade para conseguir o que quer”. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »