Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Governo do Cuanza Sul busca parcerias na sociedade civil

O governo provincial do Cuanza Sul realiza a 24 deste mês, na cidade do Sumbe, um encontro com quadros locais na busca de contribuições (sugestões) para o alavancar do desenvolvimento da região.

O vice-governador para os serviços Técnicos e Infra-estruturas, Demétrio Sepúlveda, que falava á imprensa, adiantou que a intenção é despertar o senso de responsabilidade e o interesse dos investidores no processo de identificação de problemas, na formulação de respostas adequadas, na execução das acções e na avaliação dos resultados na rota de desenvolvimento da província.

Referiu que durante o evento, os participantes vão abordar temas realacionados com as praticas administrativas como factor de desenvolvimento, os desafios e oportunidades da desconcentração e autarquias no contexto da província, a problemática da terra e seu papel para o desenvolvimento e coesão social .

A responsabilidade e sensibilidade social das empresas face as mudanças da sociedade, a cidadania activa como factor de desenvolvimento sustentável e a construção e consolidação da identidade colectiva em zonas de transição cultural constam dos temas abordar durante o encontro. (Angop)

1 comentário
  1. Vani Portela Diz

    JUIZ DO TRIBUNAL DO CUANZA SUL PROTELA DECISÃO JUDICIAL À FAVOR DO GENERAL ARMANDO DA CRUZ NETO

    O General ARMANDO DA CRUZ NETO e seu comparsa de nacionalidade Brasileira, DELMAR SIQUEIRA RODRIGUES, através da empresa super gesso, Lda., usurparam ilicitamente as Terras no Sumbe, Província do Cuanza Sul, pertencentes ao autóctone angolano PEDRO FERNANDES NETO, onde têm vindo desde 2007, a fazer exploração de rocha calcária e gesso.
    Sentindo-se injustiçado o cidadão angolano, desprovido de quaisquer meios, vem lutando nas barras do Tribunal do Cuanza Sul contra o poderoso General que, alegadamente, diz ter obtido as Terras através de Contrato de direito de superfície, ilegalmente emitido pelo então Governador Serafim Maria do Prado.
    Pedro Fernandes Neto, que ocupa as Terras desde 1992 — veio adquira-las ao Estado
    em 2006.
    Apesar da Escritura notarial e do Registo na Conservatória Predial à seu favor, o Tribunal através do Juiz Pedro Nazaré Pascoal, tem vindo a protelar a decisão adiando sucessivamente as audiências de julgamento, contando aqui com a mão invisível de Nuno Pinheiro da Silva, o Escrivão de Direito, por sinal sobrinho do General Armando da Cruz Neto.
    Não obstante o saque desenfreado com a exploração de 13 mil toneladas de gesso por ano, por parte da empresa do General Armando da Cruz Neto, o Governador Provincial do Cuanza Sul, Eusébio Teixeira de Brito, tem vindo a alienar as Terras do referido Camponês, outorgando por direito de superfície títulos de ocupação das várias empresas a saber:
    – SUPER- GESSO – LDA., – 34 hectares – título de ocupação 008/KS/2007. (pertencente ao General Armando da Cruz Neto).
    – GEOLAND ENGENHARIA, LDA., 8500 m2 – título de ocupação 001- CS/2006. (pertencente ao General e Governador Provincial do Cuanza Sul Eusébio Teixeira de Brito) e com seu beneplácito arrendou parte do terreno a empresa Portuguesa do Grupo Lena.
    – EMPRESA MONTE E MONTE – CONSTRUÇÕES E OBRAS PÚBLICAS, LDA.,
    – 167.582 m – título de ocupação 154-CS/2015, (pertencente à Toyota de Angola)
    – FERPLAZ, COPERAUTO, entre outras são as empresas que ilegalmente ocupam a propriedade pertencente a Pedro Fernandes Neto
    Apesar do grito de clamor do autóctone, o Governador do Cuanza Sul fazendo ouvidos de mercador vai dia após dia usurpando as referidas Terras violando a propriedade privada que até goza de protecção constitucional.

    As razoes a cima apresentadas prendem-se com os adiamentos das audiências programadas pelo Sr. Juiz, e não realizadas nos dias:
     11 de Dezembro de 2017
     18 de Dezembro de 2017
     05 de Junho de 2018
     25 de Julho de 2018
     04 de Outubro de 2018

    Assim, na qualidade de filho de PEDRO FERNANDES NETO, solicito ao Sr. General ARMANDO DA CRUZ NETO, no centido de dar a Deus o que é de Deus, e a Cezar o que é de Cezar

    PELO QUE SE FAÇA JUSTIÇA EM FUNÇÃO DAS PROVAS D

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »