Notícias de Angola - Toda a informação sobre Angola, notícias, desporto, amizade, imóveis, mulher, saúde, classificados, auto, musica, videos, turismo, leilões, fotos

Embaixadora destaca humanismo de Fidel Castro

O comandante Fidel de Castro, líder histórico da revolução cubana, desempenhou um papel humanista, de destaque, na luta pela libertação de Angola e de muitas outras regiões africana realçou hoje, segunda-feira, em Luanda, a embaixadora cubana em Angola, Esther Glória Cárdenas.

A diplomata teceu tal consideração durante uma cerimónia alusiva ao 92º aniversário do antigo presidente cubano, Fidel de Castro, efeméride assinalada hoje, cuja actividade aconteceu no Centro de Imprensa Aníbal de Melo (CIAM).

A diplomata sublinhou que Fidel Castro sempre colocou de lado a busca pelos bens materiais de Angola e priorizou o internacionalismo cubano para libertar África e o mundo do colonialismo e neocolonialismo.

“Por esta razão, o eterno comandante cubano está em constante presença nas mentes de todos os cubanos, angolanos e cidadãos de outros países amigos, pois deixou em cada um de nós, um exemplo de valentia, humanismo e confiança para um mundo melhor”, ressaltou.

Por seu turno, o presidente da Associação da Comunidade de Cubanos Residentes em Angola (ACCRA), Carlos Moncada, exaltou a integralidade, humanismo, amor ao próximo e nacionalismo de Fidel de Castro.

Já o secretário-geral da Associação de Amizade e Solidariedade Angola/Cuba (ASAC), o angolano Fernando Jaime, considerou Fidel Castro personalidade marcante na luta pela independência de Angola, África e o mundo.

“Se há continente, sub-região e país que deveria festejar efusivamente, o aniversário de Fidel é África, sua região Austral e, em particular, Angola”, salientou.

Lembrou que a partir de um país longínquo, Fidel de Castro deu “luz” para liberdade de países africanos ao destacar combatentes na Argélia, Etiópia, Moçambique, Angola, entre e outras regiões para alcançarem a sua soberania.

Durante o evento foi apresentado um documentário sobre a contribuição de Fidel Castro na luta de libertação de Angola, em particular, e da África Austral, no geral, e uma abordagem acerca da cooperação e solidariedade desse país latino-americano com o continente berço da humanidade.

Fidel Alejandro Castro Ruz, nascido a 13 de Agosto de 1926, em Birán (Cuba), foi um político e revolucionário que foi presidente da República de Cuba de 1976 a 2008.

O ex-líder da revolução cubana faleceu a 25 de Novembro de 2016, em Havana, capital cubana.

Participaram da actividade membros da comunidade cubana, bem como académicos e outras personalidades angolanas. (Angop)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »