Portal de Angola
Informação ao minuto

Assinados contratos para transporte de doentes em Cabo Verde

(© Lusa)

O Ministério da Saúde de Cabo Verde, as Forças Armadas e o Instituto Nacional de Previdência Social deste país, juntamente com duas seguradoras, assinaram hoje um contrato de prestação de serviços para o transporte de doentes.

Segundo informação do Governo de Cabo Verde, a assinatura do contrato surgiu na sequência do memorando de entendimento no âmbito da evacuação sanitária de doentes, estabelecido no passado dia 04 de Julho.

Mediante o contrato agora assinado, os subscritores assumem a responsabilidade de “criar as condições e modalidades de cooperação para a evacuação inter-ilhas de doentes, com recurso às unidades aéreas e navais afectas às Forças Armadas”.

Caberá às Forças Armadas garantir a operacionalidade dos meios, enquanto as restantes instituições assumirão a comparticipação no custo operacional do processo de evacuação.

O acordo foi assinado pela directora Nacional de Saúde, Maria da Luz Mendonça, em representação do Ministério da Saúde, o comandante da Esquadrilha Aérea, Major Domingos Correia, a representar as Forças Armadas.

Subscreveram igualmente o documento a presidente da comissão executiva do Instituto Nacional de Previdência Social, Orlanda Ferreira, e os administradores da seguradora Garantia, Jorge Alves e Luís Leite, e da Impar, Paulo Jorge Lima.

Em Julho, aquando da assinatura do memorando de entendimento que antecedeu o contrato hoje firmado, o ministro da Defesa cabo-verdiano anunciou que o país vai comprar um avião a Portugal para fazer o transporte de doentes entre as ilhas e que a aeronave chegará ao país até final do ano.

Segundo o governante, Cabo Verde vai adquirir, até final do ano, um avião do tipo C-212 Aviocar, também conhecido por CASA, com capacidade para 18 passageiros e dois mil quilos de carga, para passar a fazer o transporte de doentes entre as ilhas cabo-verdianas.

“É um avião moderno, está em condições, em bom estado, está a voar, não há problemas por aí”, salientou o ministro, adiantando que as condições para aquisição do avião ainda estão a ser negociadas com as Forças Armadas Portuguesas (FAP).

Segundo Luís Filipe Tavares, o avião será uma “solução de futuro”, que vai estar equipado para servir as populações de todas as ilhas, com o Estado assegurar o transporte dos doentes a quem não consegue pagar. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »