Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Trump diz não ter “qualquer problema” em paralisar o governo federal

(© Lusa)

O Presidente norte-americano, Donald Trump, declarou hoje que não terá “qualquer problema” em paralisar o Governo federal este ano se o Congresso não aprovar as verbas adicionais para segurança fronteiriça, para construir o muro de separação do México.

A afirmação de Trump coloca-o em desacordo com membros do seu próprio partido no Congresso, onde muitos republicanos vão travar duras batalhas para a reeleição nas eleições intercalares, a 06 de Novembro.

O orçamento do Governo acaba no final de setembro, apenas algumas semanas antes das eleições de meio de mandato.

“Não terei qualquer problema em fazer uma paralisação. Está na altura de termos segurança nas fronteiras”, disse Trump numa conferência de imprensa conjunta, na Casa Branca, com o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte.

Inquirido sobre condições específicas, o chefe de Estado norte-americano respondeu não ter uma “linha vermelha”.

“Eu dou sempre margem para negociação”, acrescentou.

Estes comentários seguiram-se ao seu inesperado ‘tweet’ da véspera, em que afirmava: “Estou disposto a ‘paralisar’ o Governo se os Democratas não nos derem os votos para a Segurança Fronteiriça, que inclui o Muro!”.

“Tenho de me livrar da Lotaria, Apanha & Liberta etc. e finalmente aplicar um sistema de Imigração assente no MÉRITO!”, escreveu na rede social Twitter.

Trump voltou a esta ideia após uma reunião na Casa Branca, na semana passada, com o presidente da Câmara dos Representantes, Paul Ryan, e o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, em que supostamente acordaram a forma de aprovar o financiamento do Governo no ano orçamental que começa a 1 de Outubro. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »