- Publicidade-
InicioAngolaPolíticaSecretária de Estado da Cultura interage com agentes culturais moçambicanos

Secretária de Estado da Cultura interage com agentes culturais moçambicanos

A secretária de Estado da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, interagiu no domingo com agentes culturais moçambicanos durante debates promovidos no âmbito do X Festival Nacional da Cultura que decorre na cidade de Niassa.

Maria da Piedade de Jesus interagiu no painel “Mulher, Arte e Cultural”, um painel constituído por mulheres de representatividade do mosaico social moçambicano, passando o testemunho da província de Cabinda, a norte do país, onde todas as quarta-feira e sexta-feira a população usa roupas de panos africanos mantendo a identidade cultural visível e integrada.

O painel de debates incluiu ainda subtemas sobre as mulheres no cinema, na fotografia, no teatro e a análise simbólica e o redsigner da capulana. Este painel feminino passou o testemunho da realidade das mulheres moçambicanas e as suas histórias na fotografia e a internacionalização da história e o uso da mesma para educar as comunidades.

Os palestrantes afloraram questões sobre o reflexo de opinião para o exercício de espaço livre e a cultura como o maior instrumento de cidadania, bem como a construção de toda e qualquer cidadania que passa pela música e o movimento das artes.

Os fazedores de artes de Moçambique esperam do Governo, através do ministério de tutela, melhores políticas de patrocínio público, passando por políticas públicas culturais que promovam as artes, como a construção de escola de teatro.

Por seu turno o ministro da Cultura e Turismo de Moçambique, Silva Armando Dunduro, que encerrou o ciclo de debates, disse que o Governo está aberto para a interacção com a classe e recomendou que continuem a nível nacional para o melhor fomento das artes.

À margem dos debates, Maria da Piedade de Jesus, acompanha pelos ministros dos ministros da Cultura e Turismo de Moçambique e da Guiné Equatorial assistiram a apresentação de artistas agrupados em 29 conjuntos, o concurso de canto e dança de “Nganda” e “Chioda”, duas danças que caracterizam a tribo ci-nyanja, no posto administrativo de Messumba, distrito do Lago, em Niassa (Moçambique).

A presença da delegação angolana no X Festival Nacional da Cultura de Moçambique, segundo a responsável, servirá para a troca de experiência que possam contribuir no processo de organização do Festival Nacional da Cultura (Fenacult) cuja periodicidade é de 4 em 4 anos. (Angop)

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.