- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Membros da Pussy Riot saíram da prisão e voltaram a ser presos

Membros da Pussy Riot saíram da prisão e voltaram a ser presos

Não se sabe ainda o que levou as autoridades russas a deter novamente as manifestantes.

Os quatro elementos do grupo Pussy Riot que interromperam a final do Mundial’2018 com um protesto pacífico voltaram a ser detidos, logo após terem saído da cadeia.

Foram detidos na altura e condenados a 15 dias de cadeia, bem como à proibição de entrar em recintos desportivos.

O caso teve natural exposição pública – dado tratar-se de um mundial, o maior evento desportivo do planeta e que este ano decorreu na Rússia – e parecia ter ficado resolvido com o rápido julgamento que ocorreu logo na semana a seguir à final que a França venceu frente à Croácia.

Agora, dá conta a BBC, os elementos das Pussy Riot – um grupo que continua a levar a cabo protestos públicos contra Vladimir Putin – adiantam que voltaram a ser detidos.

Não se sabe ainda que acusação pende sobre os detidos. Sabe-se apenas que o manifestantes estavam ainda a sair em liberdade após 15 dias de cadeia quando voltaram a ser detidos. (Notícias ao Minuto)

por Pedro Filipe Pina

- Publicidade -
- Publicidade -

Na parabólica dos nossos sonhos…

NOTÍCIA IMPORTANTE PARA ANGOLA! O Google lançou numa quinta-feira (20) de Abril no Brasil, o seu primeiro programa mundial para acelerar startups de jornalismo. O...
- Publicidade -

AGT prevê encaixar 25 mil milhões em leilão

A Administração Geral Tributária (AGT) prevê arrecadar 24.954 milhões de kwanzas no primeiro leilão online , previsto para o corrente mês de Julho, onde...

Venda de divisas para as viagens vão ser reatadas

Regulador levanta interrupção estabelecida quando as transacções para cobrir deslocações ao estrangeiro prosseguiam, apesar da interdição do espaço aéreo. O BNA levantou, quinta-feira, uma suspensão...

Embaixador José Patrício: «Os EUA não negligenciam o papel de Angola no xadrez continental e como actor privilegiado na resolução de conflitos»

José Gonçalves Martins Patrício é um nome de destaque no histórico da diplomacia angolana, tendo sido, entre outros cargos desempenhados «fora de portas», o...

Notícias relacionadas

Na parabólica dos nossos sonhos…

NOTÍCIA IMPORTANTE PARA ANGOLA! O Google lançou numa quinta-feira (20) de Abril no Brasil, o seu primeiro programa mundial para acelerar startups de jornalismo. O...

AGT prevê encaixar 25 mil milhões em leilão

A Administração Geral Tributária (AGT) prevê arrecadar 24.954 milhões de kwanzas no primeiro leilão online , previsto para o corrente mês de Julho, onde...

Venda de divisas para as viagens vão ser reatadas

Regulador levanta interrupção estabelecida quando as transacções para cobrir deslocações ao estrangeiro prosseguiam, apesar da interdição do espaço aéreo. O BNA levantou, quinta-feira, uma suspensão...

Embaixador José Patrício: «Os EUA não negligenciam o papel de Angola no xadrez continental e como actor privilegiado na resolução de conflitos»

José Gonçalves Martins Patrício é um nome de destaque no histórico da diplomacia angolana, tendo sido, entre outros cargos desempenhados «fora de portas», o...

Se o Governo falhar, falhamos todos!

A “ COVID-19 não é brincadeira! Além de estar a causar uma segunda vaga em Portugal e noutros países, esta confirmação levou agora o...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.