- Publicidade-
InicioMundoEuropaMembros da Pussy Riot saíram da prisão e voltaram a ser presos

Membros da Pussy Riot saíram da prisão e voltaram a ser presos

Não se sabe ainda o que levou as autoridades russas a deter novamente as manifestantes.

Os quatro elementos do grupo Pussy Riot que interromperam a final do Mundial’2018 com um protesto pacífico voltaram a ser detidos, logo após terem saído da cadeia.

Foram detidos na altura e condenados a 15 dias de cadeia, bem como à proibição de entrar em recintos desportivos.

O caso teve natural exposição pública – dado tratar-se de um mundial, o maior evento desportivo do planeta e que este ano decorreu na Rússia – e parecia ter ficado resolvido com o rápido julgamento que ocorreu logo na semana a seguir à final que a França venceu frente à Croácia.

Agora, dá conta a BBC, os elementos das Pussy Riot – um grupo que continua a levar a cabo protestos públicos contra Vladimir Putin – adiantam que voltaram a ser detidos.

Não se sabe ainda que acusação pende sobre os detidos. Sabe-se apenas que o manifestantes estavam ainda a sair em liberdade após 15 dias de cadeia quando voltaram a ser detidos. (Notícias ao Minuto)

por Pedro Filipe Pina

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.