- Publicidade-
InicioMundoEuropaBrexit: Credit Suisse transfere parte dos funcionários para Madrid

Brexit: Credit Suisse transfere parte dos funcionários para Madrid

O Credit Suisse vai transferir 50 trabalhadores de Londres para Madrid, para manter o acesso a clientes e mercados da União Europeia (UE) em caso de ‘brexit’ duro, indicou hoje um porta-voz do banco suíço.

“O Credit Suisse está a trabalhar para manter o acesso a clientes e mercados da UE, no caso de haver um ‘brexit’ duro” (ou seja, uma saída britânica com ruptura total e sem acordo de comércio livre com a UE), disse à agência Efe o porta-voz da segunda entidade financeira helvética.

Para isso, o banco mantém conversações com reguladores, com funcionários e com outras partes interessadas.

A solução do banco para enfrentar a saída do Reino Unido da UE no próximo dia 29 de Março “vai envolver várias localizações, incluindo Madrid”, disse o porta-voz.

Apesar disso, “Londres vai continuar a ser uma parte importante para a presença do banco”, após a saída do Reino Unido da UE, disse o Credit Suisse.

Em Espanha, o banco tem actualmente cerca de 240 funcionários, a que se somam agora 50 provenientes de Londres. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.