- Publicidade-
InicioReligiãoIgreja Católica "jamais deverá encobrir um crime" de abusos sexuais

Igreja Católica “jamais deverá encobrir um crime” de abusos sexuais

O Presidente do Chile, Sebastián Piñera, afirmou hoje que a Igreja Católica “jamais deverá encobrir um crime”, aludindo aos abusos sexuais cometidos no país por membros do clero e que alegadamente terão sido encobertos pela hierarquia eclesiástica.

A Igreja Católica “cometeu um tremendo erro”, salientou o chefe de Estado, numa entrevista à Arcatel, um grupo de canais de televisão regionais em sinal aberto, que cobre a maior parte do território chileno.

“Dói-me muito que, tal como tomámos conhecimento, muitas altas autoridades da Igreja Católica tiveram conhecimento destes factos e em vez de enfrentá-los com a verdade, por negligência, por prudência, por erros, se quiserem, ocultaram estes factos”, salientou.

“Podiam e deviam ter evitado muitos abusos e muito sofrimento a crianças chilenas e isso também me dói profundamente”, acrescentou Sebastián Piñera.

O Ministério Público anunciou na sexta-feira que há 37 casos abertos em todo o país no que respeita a casos de abusos sexuais cometidos por pessoas ligadas à Igreja Católica.

Destes processos resultam até agora em 68 pessoas investigadas e 104 vítimas, “na sua maioria menores de idade”, de acordo com um comunicado do Ministério Público.

Um dos processos envolve o cardeal Ricardo Eszzati, arcebispo de Santiago, que terá alegadamente encoberto os abusos sexuais.

Desde Junho passado, o papa Francisco aceitou a renúncia de cinco bispos chilenos, num processo de ‘limpeza’ que, segundo as vítimas de abusos, não terminou. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.