- Publicidade-
InicioMundoÁfricaTribunal do Uganda permite que presidente concorra à 6ª eleição

Tribunal do Uganda permite que presidente concorra à 6ª eleição

O Presidente do Uganda, Yoweri Museveni, caminha para uma “presidência para toda a vida”, disse esta sexta-feira um advogado que representa a oposição, depois de a justiça ugandesa retirar o limite de 75 anos para concorrer à Presidência.

No poder há 31 anos, o líder ugandense de 73 anos promulgou uma lei em janeiro abolindo o limite de idade de 75 anos para concorrer à Presidência, irritando a oposição.

Uma coligação de partidos da oposição recorreu aos tribunais do país, mas os juízes validaram na quinta-feira a lei que permitirá a Museveni concorrer a um sexto mandato em 2021.

“O tribunal consagrou a Presidência para a vida, o poder de um só homem”, disse o advogado de direitos humanos Ladislaus Rwakafuzi, que representa a coligação de partidos.

“Os juízes não tiveram coragem de dizer ao Presidente que já está aqui há tempo suficiente”, acrescentou.

O advogado vai consultar os queixosos para decidir se apelam ou não da decisão do tribunal.

“Ainda acreditamos que podemos obter justiça em outro nível”, disse Winnie Kiiza, líder da oposição no Parlamento.

Por outro lado, o ministro-adjunto da Justiça, Mwesigya Rukutana, disse estar “muito feliz” com a decisão dos juízes.

Museveni, que assumiu o poder em 1986 como chefe do exército rebelde, disse uma vez que os líderes que “permaneceram por muito tempo” no poder incorporaram as raízes dos males da África.

Entretanto, depois de cinco mandatos presidenciais, o último conquistado em 2016, Museveni garantiu que ainda não era hora de partir, dizendo que ainda tinha muito trabalho a fazer. (Notícias ao Minuto)

por Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.